Setor de orgânicos cresce 20% ao ano

Agronegócio

Setor de orgânicos cresce 20% ao ano

O mercado internacional foi tema da palestra inaugural da BioFach Brasil
Por:
647 acessos

Produtos cultivados sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos e outras substâncias tóxicas e sintéticas, assim são os orgânicos. O objetivo é evitar a contaminação dos alimentos ou do meio ambiente. A partir de um crescimento de cerca de 20% ao ano, a produção de alimentos orgânicos vem ocupando um espaço cada vez maior no mercado. No Brasil, o segmento está diretamente vinculado à agricultura familiar que, segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), é responsável por 4,1 milhões de unidades produtivas, responde por 70% dos alimentos consumidos diariamente pelos brasileiros, representando 10% do Produto Interno Bruto (PIB).

Ainda segundo o MDA, trabalham hoje na agricultura familiar cerca de 12 milhões de brasileiros. O Diário Oficial da União publicou em outubro três portarias com normas para a produção de cogumelos, sementes e mudas orgânicas e certificação de unidades comercializadoras, transportadoras ou armazenadoras. O resultado desse processo são produtos mais saudáveis, nutritivos e com mais qualidade de produção.

O comércio de produtos orgânicos no Brasil, bem como no mundo, depende da relação de confiança entre produtores e consumidores e dos sistemas de controle de qualidade. As leis brasileiras abriram uma exceção à obrigatoriedade de certificação dos produtos orgânicos para agricultura familiar, que hoje pode vender diretamente aos consumidores finais. Para isso, porém, os agricultores precisam estar vinculados a uma Organização de Controle Social (OCS).

O mercado internacional foi tema da palestra inaugural da BioFach Brasil. Entre os palestrantes, Nicolas Bertrand, responsável pelo projeto Organics Cluster in Rhone-Alpes, falou sobre o mercado de produtos orgânicos na França, um dos que mais crescem na Europa. Em 2009, a fatia dos orgânicos naquele país subiu de 19% para 30% nas vendas de alimentos e cosméticos. Um bistrô de produtos orgânicos foi montado nesta edição da BioFach América Latina.

Além do Sebrae, outras empresas participaram da feira, como a Cultivar Brazil, que lançou seus biscoitos de arroz com alga; a Coopernatural (RS), com sucos de laranja e de tangerina em garrafas de um litro, e um sabonete de própolis com 90,2% de componentes orgânicos. Até 2013, o Sebrae investirá R$ 27 milhões em projetos da cadeia de orgânicos. Para especialistas, é preciso investir para aumentar a área plantada em todo o mundo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink