Setor rural do RS discute formas de obter crédito fundiário

Agronegócio

Setor rural do RS discute formas de obter crédito fundiário

Entre os parceiros estão os integrantes dos Comitês Gestores Municipais
Por:
1 acessos

Nesta terça-feira (29-03) o titular do Gabinete de Reforma Agrária e Cooperativismo (Grac), secretário Vulmar Leite, realizou, no auditório da Prefeitura Municipal de Seberi, reunião com os prefeitos ligados ao Conselho de Desenvolvimento do Médio Alto Uruguai (Codemau) sobre os procedimentos necessários à obtenção de crédito fundiário, que, segundo o prefeito, Marcelino Galvão Bueno Sobrinho, é uma necessidade na região.

Durante a reunião também foi apresentado o trabalho realizado pela Universidade Regional Integrada (URI) de Frederico Westphalen que, a partir do levantamento do público do crédito fundiário, realiza permanentemente cursos de capacitação para agricultores e cooperativas. A iniciativa tem o apoio do Grac, através da Consulta Popular, e dos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Integração Nacional (MI).

Segundo o professor responsável pelo programa de capacitação da URI, Edemar Girardi, o trabalho começou em agosto de 2001 e até agosto de 2004 mais de 3 mil produtores e técnicos rurais passaram pelo curso, que nasceu da observação de que não basta os agricultores adquirirem terra, mas que precisam de capacitação para garantir sustentabilidade e geração de renda. "Foram 126 cursos ministrados nesse período, abrangendo os 30 municípios da região do Médio Alto Uruguai, e o apoio do secretário Vulmar tem sido excelente, o que é muito importante para nós, que viemos trabalhando desde a época do Banco da Terra", relatou o professor.

Estão previstos mais 16 cursos que beneficiarão mais 450 produtores. Os alunos do curso passam por três fases: primeiro por uma sensibilização e motivação; depois passam a conhecer o processo associativo e cooperativo, a aprender a se organizarem, para depois passarem à parte prática de capacitação técnica de acordo com as cadeias produtivas, pela qual já passaram mais de 940 famílias. "Estamos trabalhando com as cadeias do leite, piscicultura, fruticultura, cana-de-açúcar", comemora Girardi.

O próximo passo, segundo o professor, é ajudar no desenvolvimento das cooperativas de municípios da região, já que o cursos tem como foco pequenas unidades produtivas e inclui, no seu processo pedagógico, os princípios do trabalho em grupo para obtenção de maiores benefícios.

Os cursos da URI vêm sendo acompanhados de perto pelo secretário Vulmar Leite, que aposta na união da capacitação com a propriedade para promover o desenvolvimento. "Edemar Girardi já foi prefeito do município, diretor geral da URI de Frederico Westphalen, presidente do Codemau, então é alguém que conhece bem as necessidades da região, e o trabalho é excelente", afirmou Vulmar Leite.

Esteve presente ainda, ao evento, o coordenador da Unidade Técnica Estadual (UTE) do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) e secretário-executivo do Fundo de Terras do Estado do Rio Grande do Sul (Funterra), Valtemir Santos. O Programa Nacional de Crédito Fundiário é um programa do governo federal, via Ministério de Desenvolvimento Agrário, operacionalizado por uma UTE, que no Rio Grande do Sul é realizada pelo Gabinete de Reforma Agrária e Cooperativismo.

O objetivo do programa é gerar ocupação e renda no campo, por meio de acesso a terra e de recursos financeiros, complementando ações de ampliação e consolidação da agricultura familiar de forma democrática. Entre os parceiros estão os integrantes dos Comitês Gestores Municipais, formado pelos representantes da Emater, prefeituras e sindicatos de trabalhadores rurais.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink