Setor sucroenergético brasileiro é exemplo para outros países, aponta ONG
CI
Agronegócio

Setor sucroenergético brasileiro é exemplo para outros países, aponta ONG

coordenadora de projetos no Brasil da Fundação Solidaridad, Fátima Cristina Cardoso, justificou a visita de representantes de usinas do Paraguai, Bolívia e Argentina à sede da UNICA
Por:
A indústria da cana brasileira é uma das mais dinâmicas do país e mesmo passando nos últimos anos por sucessivas transformações, tem mostrado grande capacidade de adaptação e inovação atreladas a boas práticas ambientais e sociais, o que a torna referência dentro e fora do Brasil. Com essa observação, a coordenadora de projetos no Brasil da Fundação Solidaridad, uma das mais importantes organizações internacionais para o apoio ao desenvolvimento de cadeias de produção sustentáveis, Fátima Cristina Cardoso, justificou a visita de representantes de usinas do Paraguai, Bolívia e Argentina à sede da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), em São Paulo (SP), na sexta-feira (21-09).


“O objetivo principal era apresentar aos nossos parceiros desses países, as melhores práticas de gestão social e ambiental no Brasil e trocar experiências sobre a certificação Bonsucro e outros mecanismos que têm estimulado o avanço contínuo da sustentabilidade no setor, tanto na área industrial como no campo,” explicou Cardoso. Segundo a coordenadora, os visitantes também vieram em busca das tendências e inovações do setor, principalmente das empresas situadas no Estado de São Paulo.

Participaram do encontro, o diretor da Ingenio Azucarero Guabirá S.A. (Bolivia), Jaime Gareca Rossel; dois diretores da Ingenio Providencia - Arcor Latina (Argentina), Germán Guillermo e Enrique Antonio Valenti; e os representantes da Azucarera Paraguaya S.A, Ruben Cardozo e Andrea Horvath.


Os visitantes foram recebidos pelo diretor executivo da UNICA, Eduardo Leão de Sousa, que conduziu uma apresentação destacando a atual conjuntura do mercado doméstico e as práticas sustentáveis adotadas no Brasil para a produção de etanol.

Visão ampla

A visita à UNICA foi a última de uma programação de três dias, que incluiu uma reunião com representantes da Associação dos Fornecedores de cana de Guariba (Socicana) e um passeio monitorado pelas Usinas da Pedra, integrante da Copersucar, e Costa Pinto, do Grupo Raízen, ambas associadas à UNICA, e ao Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), em Piracicaba. O grupo também conheceu as dependências da UNICA em Ribeirão Preto (SP), onde foi recebido pela gerente de Responsabilidade Social Corporativa, Maria Luiza Barbosa e pela analista de Sustentabilidade, Aline Silva, que apresentaram as ações sociais desenvolvidas pela entidade, principalmente no que se refere ao Projeto RenovAção, iniciativa que tem entre seus apoiadores a Fundação Solidaridad, que tem sede na Holanda.

“Embora o roteiro tenha sido corrido, todos os participantes saíram de São Paulo com a sensação de que a troca de informações foi rica e será muito útil para a melhoria e aperfeiçoamento das ações de sustentabilidade, assim como em outras áreas de atuação dessas empresas em seus países,” destacou Cardoso.


Para o executivo da UNICA, essas visitas enriquecem o diálogo e contribuem para o estreitamento de parcerias. “Este intercâmbio de ideias entre os países aproximam as indústrias e estimulam o desenvolvimento de novas tecnologias e modelos de governança mais sustentáveis,” destacou Sousa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink