Show de tecnologia no oeste paranaense


Agronegócio

Show de tecnologia no oeste paranaense

Por:
1 acessos

Termina hoje (21-02) o Show Rural Coopavel 2003, realizado desde segunda-feira no Centro Tecnológico da Cooperativa Cascavel no oeste paranaense. Os organizadores esperam que, nos cinco dias do evento, o número de visitas seja superior ao do ano passado, quando 118 mil pessoas estiveram no Show Rural.

Em uma área de 72 hectares, 226 empresas públicas e privadas mostram tecnologias voltadas ao desenvolvimento e ao equilíbrio financeiro da propriedade rural. São 5 mil experimentos relacionados ao setor agropecuário. Por dia, são realizadas 160 apresentações técnicas. As novidades tecnológicas visam a uma maior diversificação das propriedades e ao aumento da produtividade, com menor custo. Segundo o gerente do Centro Tecnológico, Jorge Luiz Knebell, a diversificação é a melhor saída para o produtor. Mas deve ser feita com profissionalismo.

Aplicação de defensivos

Entre as demonstrações tecnológicas mais visitadas pelos produtores, estão as de aplicação de defensivos agrícolas. A Coopavel - em parceria com a Coodetec, o centro de pesquisa das cooperativas do Paraná, e empresas privadas - apresenta diferentes tecnologias e os melhores equipamentos usados na aplicação dos defensivos.

Durante várias vezes ao dia, agrônomos da cooperativa fazem demonstrações e tiram dúvidas dos produtores sobre os melhores horários para aplicar os defensivos, os tipos de bicos usados, os produtos existentes no mercado e os cuidados com o meio ambiente.

Agroecologia

Em uma área de 24 metros quadrados, a Emater apresenta uma propriedade rural agroecológica, com o objetivo de demonstrar tecnologias de produção ambientalmente corretas. Na maquete, o sistema adotado é o orgânico. As hortaliças, os grãos, o pomar, o leite e os suínos são produzidos organicamente.

Também são apresentadas alternativas de produção de energia, como o biogás, a roda d'água e a difusão de luminosidade através de litros com água. Segundo o agrônomo Élcio Pavan, na propriedade agroecológica é possível aliar a exploração agrícola à preservação dos recursos naturais.

Soja

Entre as novidades apresentadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no Show Rural Coopavel, um dos destaques é o Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (Dris). A tecnologia serve para avaliar o estado nutricional da soja.

Elaborado a partir de um banco de dados com 2,4 mil amostras das cinco principais regiões produtoras do Paraná, o software emite resultados quanto a deficiências ou excessos dos macro e micro nutrientes indispensáveis ao equilíbrio nutricional das plantas. Segundo o pesquisador Áureo Francisco Lantmann, o Dris possibilita avançar no que se refere à eficiência da adubação.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink