Sicredi incentiva uso de energia renovável

Agronegócio

Sicredi incentiva uso de energia renovável

Cenário onde, cada vez mais, pessoas, empresas e países buscam energias renováveis, é uma realidade sem volta
Por:
793 acessos

Hoje, a matriz brasileira de energias renováveis vem crescendo de forma exponencial, tendo acelerado nos últimos cinco anos muito por conta do acordo entre Brasil e Estados Unidos, para chegarem em 2035 a matriz energética atingindo uma participação entre 28% a 32% de fontes renováveis na geração de energia. Este alinhamento, está em consonância com compromissos firmados por 176 países na 21ª Conferência do Clima, em dezembro de 2015, endossando o Acordo de Paris que afirma a urgência de investimentos pesados em fontes limpas de energia nos próximos anos. O objetivo é abandonar as fontes fósseis e poluentes para, gradativamente, barrar o aquecimento global e evitar os riscos das mudanças climáticas.
 
O cenário onde, cada vez mais, pessoas, empresas e países buscam energias renováveis, é uma realidade sem volta. Por estar alinhado a esta postura de construção de um futuro melhor para todos, o Sicredi - instituição financeira cooperativa -, busca fazer a sua parte desenvolvendo produtos e serviços com a concepção de mudar a realidade de como vemos os recursos naturais do planeta. Um exemplo é o Consórcio Sustentável, por exemplo, permite planejar a aquisição de painéis solares, geradores eólicos e equipamentos de tratamento de água e esgoto, entre outras alternativas. E o Financiamento para Energia Solar, que é uma linha de crédito específica para a aquisição de tecnologias (equipamentos e softwares) para geração de energia solar.
 
Desde o lançamento do Sicredi Consórcio Sustentável, em julho de 2016, já foram comercializadas 3.085 cotas e mais de R$ 106 milhões em créditos. Quando contemplado no Sicredi Consórcio Sustentável, o associado pode utilizar sua carta de crédito para adquirir equipamentos ecoeficientes com prazo de pagamento de até 120 meses, nesta que é uma opção segura para comprar bens e serviços e formar patrimônio, com cartas de crédito que variam de R$ 7 mil a R$ 350 mil.
 
Em dezembro de 2015, o Sicredi lançou outra modalidade: o Financiamento de Equipamentos para Energia Solar. No 1º semestre de 2016, já foram liberados mais de R$ 3,5 milhões em financiamentos. Os associados interessados podem contatar o gerente da sua Unidade de Atendimento (UA), para obter todas as informações e orientações adequadas as particularidades do seu projeto. Do campo à cidade, na indústria ou residência, o investimento na produção de energia renovável está contribuindo diretamente à preservação do meio ambiente. Este posicionamento diante do futuro da vida no planeta, está em congruência, também, com a perenidade da sustentabilidade do nosso próprio negócio, pondera Gerson Sefeeld, diretor executivo da Central Sicredi Sul.
 
No mundo, o ano passado foi o segundo consecutivo em que energia solar e eólica, por exemplo, tiveram recordes de adição de capacidade de geração. Entre todos os países do planeta, 77% das novas instalações de fontes renováveis foram para gerar energia a partir do vento e da luz do sol. Em valores globais, a energia solar foi a campeã em investimentos, com 56% do total de verba investida em renováveis  ou, cerca de US$ 161 bilhões. Esse montante é 12% maior do que o registrado em 2014, segundo a RN21 (Rede de Métodos Quantitativos de Investigação) da Associação Europeia de Sociologia (ESA).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink