Sifaeg nega privilégios ao setor

Agronegócio

Sifaeg nega privilégios ao setor

O presidente da Sifaeg não vai se aprofundar no assunto por não querer polemizar com a entidade sincidical fora do processo
Por:
66 acessos

O presidente do Sindicato das Indústrias de Fabricação de Álcool do Estado de Goiás (Sifaeg), Ígor Montenegro, disse nessa quinta-feira ( 26-07) que não se aprofundaria no assunto por não querer polemizar com a entidade sindical fora do processo. Disse, entretanto, que o setor não goza de nenhum incentivo que não seja estendido a todas as empresas enquadradas no Fomentar/Produzir.

Segundo ele, quando instituiu a substituição tributária para o AEAC, o governo rompeu um acordo formal com as usinas e, como compensação, concedeu o crédito outorgado. “É bom que se diga, inclusive, que o Estado saiu ganhando na troca, pois nos concedeu crédito outorgado de apenas 60% do ICMS, quando o benefício do Fomentar/Produzir era o financiamento de 70% do imposto”, diz Ígor Montenegro.

Apesar da perda, segundo ele, o setor aceitou o crédito outorgado sem questionamentos, “para evitar mal-estar no relacionamento da indústria alcooleira com o governo, mantendo o espírito de parceria que sempre orientou esse relacionamento”, diz o presidente do Sifaeg.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink