Simbiose recebe prêmio “Vencedores do Agronegócio” 2015
CI
Agronegócio

Simbiose recebe prêmio “Vencedores do Agronegócio” 2015

Case ganhador é o "Maíz" - um inoculante biológico
Por:

Em solenidade realizada nesta quarta-feira (28.10) na sede da Federasul (Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul), a Simbiose recebeu o prêmio “Vencedores do Agronegócio”. A empresa foi agraciada com o case “Simbiose Maíz – mais tecnologia e mais produtividade”, na categoria insumos. É o terceiro ano consecutivo que a Simbiose se destaca na premiação concedida pela Federasul.

O diretor da empresa, Marcelo de Godoy Oliveira, credita o prêmio aos fortes investimentos em pesquisa e tecnologia e ao trabalho em equipe desenvolvido em consonância em todo o território brasileiro. “Evidenciamos o empenho da empresa em promover soluções microbiológicas inovadoras para o campo,” completa. 

Sobre o case vencedor

Formulado a partir de diferentes cepas da bactéria Azospírillum brasilense, o Simbiose Maíz é um inoculante para gramíneas que, além de disponibilizar nitrogênio, promove o crescimento do sistema radicular das plantas, dando melhores condições para a absorção de água e nutrientes, resultando em lavouras mais saudáveis e produtivas. É o inoculante com maior concentração registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: 500 milhões de células por ml de produto.

A empresa

A Simbiose tem a maior estrutura para a produção de insumos microbiológicos do país, com sede em Cruz Alta, no Noroeste do Rio Grande do Sul. A empresa desenvolve produtos que não agridem a natureza. Através de parcerias com universidades e instituições de pesquisas reconhecidas internacionalmente, busca constante atualização.

Os produtos são elaborados a base de fungos, bactérias e vírus - microorganismos nativos do solo brasileiro com ação comprovada por inúmeros estudos técnico-científicos que, uma vez aplicados durante o cultivo das lavouras, possibilitam o melhor desenvolvimento da planta e combate biológico de elementos patogênicos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.