Simpósio sobre grãos alimentícios destaca pesquisa, mercado e segurança alimentar

Agronegócio

Simpósio sobre grãos alimentícios destaca pesquisa, mercado e segurança alimentar

Evento faz parte da celebração ao Ano Internacional das Leguminosas de Grãos Alimentícios (IYP 2016)
Por:
1914 acessos

Evento faz parte da celebração ao Ano Internacional das Leguminosas de Grãos Alimentícios (IYP 2016)

O simpósio ‘Sustentabilidade na produção das leguminosas de grãos alimentícios no Brasil' foi realizado na manhã do dia 7 de outubro reunindo extensionistas, pesquisadores, estudantes, consultores e produtores rurais na sede da Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás, GO).

O evento faz parte da celebração ao Ano Internacional das Leguminosas de Grãos Alimentícios (IYP 2016) e foi organizado pela Embrapa Arroz e Feijão, em conjunto com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás (Emater/GO).

Dentre os temas, se destacam o papel da pesquisa e da extensão para a produção sustentável de leguminosas, questões relativas à produtividade, aspectos sociais e econômicos, bem como, a importância do consumo das leguminosas de grãos alimentícios como grandes aliados na luta contra a desnutrição infantil, a obesidade e a inclusão na dieta humana.

Na palestra inicial, o representante da FAO, Marcelo Chianca, destacou a importância dos pulses (significa sopa grossa e são representadas por grãos secos como as ervilhas, feijão, lentilha e grão de bico, por exemplo), na alimentação humana; Marcelo falou sobre os objetivos do Ano Internacional dos Pulses e a situação da segurança alimentar no mundo. O contingente de pessoas que passam fome no mundo, principalmente, na África e na Ásia contrapondo a situações de desperdício e perdas de alimentos e as epidemias geradas por causa da prevalência de sobrepeso e obesidade nas Américas foram, também, tratados pelo representante da FAO.  

O perfil e a situação socioeconômica dos diferentes segmentos de agricultores de Goiás foram apresentados por Pedro Arraes, presidente da Emater Goiás. Em Goiás, segundo levantamento realizado pelos técnicos da Emater GO em conformidade com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) somam, em média, 90 mil pequenas propriedades rurais concentrando renda em torno de até 4,7 salários mínimos/mês. Isto significa um universo de 79,1% das propriedades no estado.

No outro extremo, o Estado conta com 1.700 de propriedades (1,7%) que concentram, em média, 658,3 salários mínimos/mês.  "Então é preciso que as instituições de pesquisa e extensão tenham esta consciência e, através de políticas públicas voltadas ao homem do campo, possam viabilizar modelos e estratégias inclusivas e que garantam algum tipo de conhecimento e informação estrutural, gerando estímulos e caminhos para a produção e comercialização agrícola para que esses agricultores sejam inseridos em sistemas produtivos e em programas do governo federal, como por exemplo, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Na parte econômica, o consultor do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (Ibrafe), Marcelo Eduardo Lüders, destacou o potencial de exportação de grãos para os próximos anos, principalmente, para a China e Índia, indicando que o Brasil tem boas expectativas para atender a estes mercados em potencial. "Só a China e a Índia, juntas, têm uma demanda, à mais, de importação de pulses na ordem de 410 milhões de toneladas para os próximos 10 anos".    

Nesse sentido, o simpósio sobre sustentabilidade na produção de leguminosas no Brasil, se insere em toda a programação referente ao Ano Internacional dos Pulses, fortalecendo informações e criando espaços de debates sobre a importância do consumo de grãos seu grande potencial para ajudar a erradicar a fome e melhorar as condições crônicas de saúde no mundo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink