Sinap registra nova alta de negociações com mais de 37 mil/t de algodão cadastradas
CI
Agronegócio

Sinap registra nova alta de negociações com mais de 37 mil/t de algodão cadastradas

Total de cadastros é relativo às operações feitas por produtores e traders
Por:

O registro de negociações do Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma (Sinap) apresentou novo crescimento durante o mês de junho. Foram 37.677 toneladas de algodão cadastradas, equivalente a 90% do que foi registrado nos meses de abril e maio, que somados, apresentaram 41.737 toneladas. O total de cadastros é relativo às operações feitas por produtores e traders, sem auxílio de corretoras.

“Mais uma vez, vemos que as alterações propostas surtiram efeito. O sistema está mais ágil e fácil, o que proporciona um melhor trabalho”, diz Gilson Pinesso, presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, se referindo às mudanças efetuadas no Sinap em abril.

A principal mudança que surtiu efeito no Sinap é relacionada à forma de cadastro dos negócios realizados diretamente entre compradores e vendedores, sem intermediação de corretoras. Nas compras e vendas entre tradings e produtores (ou cooperativas de produtores), sem a intermediação de corretoras associadas à Bolsa, as exportadoras (tradings) passaram a ser as responsáveis pela inserção das informações no Sinap. As operações de troca (barter) também são, desde abril, inseridas pelas tradings. Elas estão aptas a inserir no sistema os dados dos contratos de compra e venda de algodão que realizarem diretamente com os produtores de Algodão.

No caso das compras e vendas realizadas diretamente entre produtores (ou cooperativas de produtores) e comerciantes ou indústria têxtil, sem a intermediação de corretoras associadas à Bolsa, os produtores (ou cooperativas de produtores) ficaram com a responsabilidade pela inserção das informações no sistema. “Com essas mudanças tivemos mais de 40 mil toneladas registradas. É um número animador para que tenhamos os dados que queremos e precisamos para planejar safras futuras”, complementa Pinesso.

As mudanças no Sinap foram divulgadas a toda cadeia do algodão por meio de um comunicado conjunto das quatro entidades que gerenciam o programa: Abrapa, Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM), Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) e Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea).

SINAP – O Sinap é uma ferramenta desenvolvida em parceria entre a Abrapa, a Abit, a Anea, a BBM e a BM&F Bovespa. O sistema permite consolidar em um banco de dados todos os negócios de algodão em pluma do mercado interno, importação e exportação.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink