Agronegócio

Sindarroz prevê leilão em baixa no RS

O Sindarroz projeta baixa participação devido ao preço
Por: -Redação
1 acessos

Ocorre nesta quarta-feira (06-12) o terceiro leilão de arroz do semestre no Rio Grande do Sul. Os produtores acreditam em demanda aquecida entre as indústrias após a redução de volume em relação ao pregão de novembro. O Sindarroz projeta baixa participação devido ao preço, que permanece o mesmo, de R$ 26,20, para o arroz tipo 1 (58/10) e estaria acima do praticado pelo mercado neste momento.

Nesta quinta-feira, há reunião de avaliação sobre a continuidade dos leilões na Conab. O pregão é misto, com oferta de 15 mil toneladas, sendo a metade de estoques da União e o restante de 21 orizicultores de dez municípios, que se organizaram, salienta o presidente da Federarroz, Valter Pötter. A indústria insistiu muito pelo leilão. Agora, tem um cardápio amplo, disse.

O presidente do Sindarroz, Élio Coradini, aposta que a procura deve se concentrar no produto estocado nas indústrias. O preço do leilão é muito alto. O mercado não aceita porque não tem como repassar, explicou Coradini, ao lembrar que a saca do arroz no Estado estaria em torno de R$ 23,00. Ainda serão colocadas à venda 5 mil toneladas de Santa Catarina.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink