Sindicalistas querem barrar novo presidente da Embrapa

POLÍTICA

Sindicalistas querem barrar novo presidente da Embrapa

Indicação ainda precisa ser aprovada pelo Palácio do Planalto
Por: -Leonardo Gottems
1321 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf) está estudando a possibilidade de barrar judicialmente a indicação de Sebastião Barbosa para a presidência da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. A entidade alega que a escolha do Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, pelo pesquisador aposentado da Embrapa não foi suficientemente transparente. 

A indicação de Maggi ainda precisa ser aprovada pelo crivo do Palácio do Planalto. O Sindicato, no entanto, não quer esperar a resposta alegando que Barbosa sofreu acusações e chegou a ser investigado mais de uma vez por assédio moral quando liderou a Embrapa Algodão, sendo exonerado em fevereiro por uma decisão judicial. 

O Ministério Público do trabalho também entrou com uma ação questionando a decisão, já que ele não é funcionário de carreira da estatal, como determina o regulamento. Entretanto, para o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da unidade, João Henrique Zonta, Barbosa colaborou para o desenvolvimento da empresa quando esteve à frente do setor de algodão. “Aumentou muito a visibilidade das nossas pesquisas para o setor produtivo. Deu uma arrumada boa em muita coisa aqui, inclusive infraestrutura”, comenta. 

Já na opinião de Carlos Henrique Garcia, presidente do Sindicato, Maggi escolheu Barbosa para o cargo porque queria alguém do seu círculo de amigos presidindo a estatal.  No entanto, o secretário executivo da pasta, Eumar Novacki afirmou que “o ministro nem o conhecia”. 

A polêmica sobre a escolha começou quando quarenta entidades de peso do agronegócio enviaram uma carta para o ministro questionando o processo de seleção. De acordo com as informações, as entidades gostariam de participar do processo de escolha com o intuito de dar mais visibilidade para a questão.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink