Sistema de produção agropecuária é tema de dia de campo em Bom Despacho
CME MILHO (SET/20) US$ 3,104 (-25,20%)
| Dólar (compra) R$ 5,34 (0,87%)


Agropecuária

Sistema de produção agropecuária é tema de dia de campo em Bom Despacho

Evento foi realizado no dia 13 de março, na Fazenda Experimental da Una, e abordou temas referentes aos sistemas de produção agropecuária
Por:
696 acessos

Dia de campo, promovido pelo Centro Universitário Una, de Bom Despacho-MG, em parceria com a Embrapa e a Emater-MG, reuniu mais de 200 pessoas, entre técnicos, produtores e estudantes dos cursos de Agronomia e Medicina Veterinária. O evento foi realizado no dia 13 de março, na Fazenda Experimental da Una, e abordou temas referentes aos sistemas de produção agropecuária, com ênfase no cultivo de milho e capim, em nutrição e no manejo das culturas.

A atividade integrou ações do projeto da Embrapa "Estratégias tecnológicas para melhoria da oferta de forragens para alimentação do rebanho bovino leiteiro na Região Central Mineira", liderado pelo analista Sílvio Torres Pessoa, do setor de Transferência de Tecnologias da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas, MG).

A abertura do evento foi realizada pelo agrônomo Rodrigo Pontes, coordenador do curso de Agronomia do Una Bom Despacho, pelo Coordenador Regional da Emater, Jamilson Wagner de Andrade Carvalho, e por Sílvio Pessoa.

Entre os palestrantes, compareceram representantes do Grupo Agro, Rações Futura, Riber KWS Sementes e Santa Helena Sementes. A primeira palestra, proferida pelo médico veterinário Paulo César Rocha Araújo, abordou o tema "Fatores nutricionais e de manejo que influenciam na produção eficiente de vacas em lactação". Em seguida, o professor Vinícius Teixeira Lemos fez a apresentação da Unidade Demonstrativa instalada na fazenda.

As atividades seguintes aconteceram em quatro estações técnicas de campo. Na primeira, Sílvio Pessoa apresentou as técnicas de cultivo de milho verde, destacando o potencial do milho BRS 3046. Já na Estação 2, o agrônomo Aroldo Assis, da Riber KWS, apresentou a cultivar de milho 9606 VIP e o sorgo BRS 658.

Na Estação 3, Vinícius Teixeira apresentou o capim elefante BRS Capiaçu. E para finalizar o circuito, o agrônomo Gabriel Augusto Furtado, da Santa Helena Sementes, apresentou o milho Santa Helena 4070, na Estação 4.

Sílvio Pessoa ressaltou que o principal objetivo do dia de campo foi apresentar alternativas para o agricultor diversificar sua produção. "O milho verde é mais uma alternativa, pois pode ser vendido para o consumo in natura, para fabricação de produtos de pamonharia, e a massa verde restante pode ser utilizada para a produção de silagem", disse.

Sílvio falou também sobre a importância do manejo integrado pragas (MIP). "O produtor precisa ficar atento às principais pragas de espigas, tais como a lagarta-do-cartucho e a lagarta-da-espiga. O acompanhamento deve ser feito durante todo o desenvolvimento da cultura", alertou.

Além do sorgo BRS 658 e do capim elefante BRS Capiaçu, os participantes conheceram o sorgo BRS Ponta Negra, que também é uma alternativa de forrageira para alimentação do gado.

Para conhecer mais sobre as cultivares da Embrapa e sobre o Manejo Integrado de Pragas, clique: Milho BRS 3046, Sorgo forrageiro BRS 658, Sorgo BRS Ponta Negra, Capim Elefante BRS Capiaçu e MIP.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Contato com o Agrolink