Sistema Famato: ‘Status quo’ segue mesmo com eleição de diretores

Agronegócio

Sistema Famato: ‘Status quo’ segue mesmo com eleição de diretores

A chapa vencedora “Construindo o Futuro” foi eleita por 52 votos
Por:
1299 acessos

O produtor rural Normando Corral foi eleito o novo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) para o triênio 2017-2019. A eleição foi realizada na tarde de ontem. A chapa vencedora “Construindo o Futuro” foi eleita por 52 votos, representando 59,1% dos votos válidos. A votação foi feita por presidentes de 88 Sindicatos Rurais de Mato Grosso, na sede da entidade, em Cuiabá.

Corral substituirá o atual presidente do Sistema Famato Rui Prado a partir de 1º de janeiro de 2017. De acordo com ele, a sua gestão será participativa.

“A grande meta é implantar uma gestão participativa em que todos os Sindicatos possam manifestar suas demandas e participar das decisões importantes. Faremos isso dividindo o Estado em dez regiões, o dobro do número atual. E realizaremos reuniões regionais para identificar, com maior precisão, os problemas locais, tanto aqueles ligados à ausência do Estado ou do próprio Sistema Famato. Com certeza, os Sindicatos e os produtores rurais sairão fortalecidos com este novo modelo”, afirma o novo presidente.

Corral tem 59 anos e atua como engenheiro agrônomo. Natural de Rinópolis, São Paulo, trabalha com agricultura e pecuária. Estabeleceu-se em Tangará da Serra (242 quilômetros ao médio norte de Cuiabá) em 1982.

Em 2005 elegeu-se presidente do Sindicato Rural do município. Assumiu a presidência da Famato nas gestões lideradas por Homero Pereira e Rui Prado, sempre que necessário. É presidente da Associação dos Fornecedores de Cana do Vale do Rio Paraguai (Assovale) e vice-presidente da Federação.

OPOSIÇÃO - Duas chapas formalizaram candidatura para as eleições da Famato, uma encabeçada por Corral e a outra pelo produtor Antônio Galvan, presidente do Sindicato Rural de Sinop (503 quilômetros ao norte de Cuiabá). Essa é a segunda vez que Galvan disputa a presidência da entidade, sendo que a primeira tentativa foi no pleito anterior, em 2013. Ele foi o primeiro ruralista a formalizar uma chapa de oposição dentro da Famato.

Corral representa a “herança política” deixada pelo então presidente Homero Alves Pereira, já falecido, que se tornou deputado federal, momento em que Rui Prado era o vice e em 2008 passou a dirigir a entidade.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink