SoilsPlay inicia fase de sensibilização com webinars
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

SoilsPlay inicia fase de sensibilização com webinars

O primeiro evento será sobre mercado de carbono e acontecerá na terça-feira (6/4)
Por:

O projeto SoilsPlay – o agro entrou no jogo, lançado por Embrapa Solos (RJ), Firjan SENAI e Sistema CNA/Senar no último dia 26/3, inicia na próxima semana a etapa de sensibilização, com uma série de webinars que ajudarão a entender melhor os cinco temas propostos para o desafio de inovação. O primeiro evento será sobre mercado de carbono e acontecerá na terça-feira (6/4), às 18h, no canal da Embrapa no YouTube.  Os convidados são Daniel Pérez, chefe de P&D da Embrapa Solos, e Paulo Costa, assessor do diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

Os próximos encontros tratarão dos outros quatro temas do SoilsPlay: sistemas integrados de produção, serviços ecossistêmicos, recuperação e conservação de solos e experiência do consumidor. As datas serão divulgadas no site e nos perfis oficiais do projeto – veja os endereços abaixo. Os webinars irão apresentar cada um dos desafios e trarão informações para auxiliar as equipes interessadas no entendimento da parte técnica que deverá ser contemplada no desenvolvimento dos jogos digitais.

Baixe documento com descrição completa dos cinco desafios

O SoilsPlay é um desafio de inovação que agrega o agronegócio e a indústria de jogos digitais, duas das maiores cadeias de valor do mundo dos negócios. As startups e empresas que participarão da chamada pública, que será publicada após a etapa de sensibilização, serão desafiadas a apresentar propostas de games que contemplem aspectos técnicos, capacitação e possíveis simulações de cenários para os cinco temas definidos, de maneira lúdica e atrativa.

Com o apoio da Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames) e da Escola Zion, o projeto terá como diferencial a sua associação a edital específico, que promoverá o desenvolvimento dos jogos visando à obtenção do jogo finalizado e à articulação com o mercado e investidores.

Na grande final do SoilsPlay, prevista para junho, uma comissão julgadora escolherá três propostas. Elas estarão automaticamente selecionadas para o edital, que prevê aporte de recurso financeiro e o desenvolvimento do game, em parceria com Embrapa Solos, Firjan SENAI, Sistema CNA Senar e patrocinadores, incluindo mentorias de experts e todo suporte para construção conjunta.

A ideia é que, no intervalo de 12 meses, os três jogos já estejam prontos para serem apresentados ao mercado.

União de forças

A live de lançamento do SoilsPlay, realizada no dia 26/3, mostrou que o projeto conta com o engajamento de equipes de diversas instituições de peso. O ineditismo da ideia, de agregar o agronegócio à indústria de jogos digitais, tem gerado muita expectativa pelo seu potencial de gerar produtos inovadores que possam ter impacto na sociedade. 

“Temos nessa parceria o Sistema CNA/Senar, representando o agro, e a Firjan SENAI, com a indústria criativa dos games, e todo apoio da presidência e da diretoria da Embrapa e do Ministério da Agricultura. O objetivo é promover inovação, gerar novas ferramentas para que possamos transmitir e comunicar de forma mais lúdica e com mais engajamento todo o conhecimento que temos, defendendo o tema da sustentabilidade da agropecuária brasileira”, pontuou Petula Ponciano, chefe-geral da Embrapa Solos.  

Na mesma linha, o coordenador de Inovação do Sistema CNA/Senar, Matheus Ferreira, afirmou que o SoilsPlay é uma oportunidade para o agronegócio brasileiro difundir informações sobre sustentabilidade, mostrar o trabalho realizado pelos produtores rurais e aproximar o público jovem e urbano do campo. “Outro ponto fundamental é a possibilidade de usarmos essa ferramenta para a educação. Já temos cursos no Senar que utilizam a realidade aumentada e virtual e isso ajuda muito o aluno a internalizar o conhecimento no seu processo produtivo. Somos entusiastas desse projeto, vamos participar ativamente de todas as etapas e estimular startups da nossa rede Agroup a enviarem propostas.”

Eric Romani, coordenador de PD&I do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Virtuais de Produção, explicou o funcionamento da Rede SENAI de institutos de inovação e mostrou projetos exitosos já desenvolvidos. “Estamos trabalhando há mais de seis anos em projetos e temos a certeza absoluta que poderemos apoiar as startups participantes, não somente nas estruturas de mentoria e de transferência tecnológica, como também na estrutura de gestão de inovação aberta, junto com os profissionais da Embrapa Solos e do Senar”, apontou. 

“Este é um projeto com a característica muito forte de buscar novas parcerias para propor soluções inovadoras, envolvendo startups, investidores, indústria, agronegócio, universidades. É uma oportunidade única fazer parte dessa parceria”, complementou Alexandre dos Reis, membro da Diretoria Executiva do SESI/SENAI do Rio de Janeiro.

Pedro Zambon, especialista na indústria de games e coordenador da incubadora Spcine Game, ressaltou que o SoilsPlay é um marco histórico para a indústria de games. “Fico feliz em ajudar a construir essa ponte entre uma indústria emergente, que tem crescido muito aqui no Brasil, com um setor tão pujante como o agro, que agrega tanta tecnologia e inovação.”    

Na visão de Cléber Soares, diretor de Inovação do Ministério da Agricultura, a gamificação é uma ferramenta não apenas para a criação de novas formas de entretenimento para o agro, mas principalmente de aprendizagem virtual. “Nós precisamos promover de fato esse mecanismo que a gente chama de inovação aberta. O agro, por maior que seja a sua pujança, precisa aprender com outros segmentos, inclusive com o setor de gamificação.  É um caminho também para atrair o público jovem para a construção do futuro do agronegócio brasileiro.”

Adriana Regina Martin, diretora-executiva de Inovação e Tecnologia da Embrapa, ressaltou que desafios como o proposto pelo SoilsPlay podem gerar produtos altamente inovadores, justamente por instigar a criatividade de jovens criadores. “Quando promovemos desafios de inovação, as soluções que recebemos costumam ser até mais amplas, com ideias para além do que estávamos buscando. Os jovens trazem tendências de futuro que nem sempre estão no nosso radar”.  

Perfis oficiais

Além da página oficial, o SoilsPlay tem perfis no Facebook, Instagram e Twitter. Navegue, interaja e compartilhe as informações sobre o desafio de ideias que une o agronegócio e o mundo dos games.  

>> http://www.soilsplay.com.br/

>> https://www.facebook.com/soilsplay

>> https://www.instagram.com/soilsplay

>> https://twitter.com/PlaySoils

Arte

Durante a live de lançamento, moderada por Fabricio De Martino, a artista Milena Pagliacci ilustrou o encontro em tempo real.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink