SOJA: Consultoria vê aumento de 4% de área plantada
CI
Imagem: Marcel Oliveira
EM 2022

SOJA: Consultoria vê aumento de 4% de área plantada

Ainda há preocupação com a disponibilidade de insumos para quem postergou as compras, o que pode comprometer nível de tecnologia a ser adotado
Por: -Aline Merladete

Para o Brasil, o cenário aponta para um crescimento de 4% da área plantada no próximo ano, o que deve levar a mais um recorde de produção na próxima safra. Dados da consultoria Agro Itaú indica preocupação com a disponibilidade de insumos para quem postergou as compras, o que pode comprometer nível de tecnologia a ser adotado.

A consultoria salienta que, com o início da colheita nos Estados Unidos e as expectativas atuais  os dados indicam uma produção ligeiramente superior ao projetado pelo USDA no relatório do início de agosto. Esse cenário somado ao ritmo mais lento das contratações de exportações norte-americanas para a safra 2021/22 e à possibilidade de redução da mistura do biodiesel no diesel no país podem abrir espaço para uma acomodação dos preços em Chicago. Entretanto, seguimos com a visão de que o espaço para a queda é limitado já que mesmo nesse cenário os estoques de passagem deverão ser muito baixos. Adicionalmente, a recuperação da infraestrutura de exportação através do golfo também poderá ajudar a estabelecer um piso para os preços.

Sob uma perspectiva global, mesmo assumindo que teremos uma excelente na safra na América do Sul anabolizada, principalmente, pelo crescimento esperado da produção no Brasil, o consumo global deverá seguir crescendo, o que deixará o mercado global ainda em equilíbrio com estoques em relação ao consumo em patamares ainda abaixo dos observados na média dos últimos anos.

No início de setembro o USDA publicou um relatório em que ele consolida a projeção de queda da produção local chinesa de soja para 19 mm t na esteira do aumento da área dedicada à produção de milho. O órgão também projeta uma elevação das importações da oleaginosa para 101 mm t, 3 mm t a mais que o esperado para a safra 2020/21 diante do crescimento esperado da produção de ração e do consumo de óleos vegetais


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.