Soja 12/13: Plantio termina sob ameaça em Mato Grosso

Agronegócio

Soja 12/13: Plantio termina sob ameaça em Mato Grosso

Semeadura no Estado atingiu 100% da área
Por:
2412 acessos
Semeadura no Estado atingiu 100% da área. CSDV acredita que ferrugem asiática já esteja nas lavouras comerciais

O plantio da safra 2012/13 de soja, em Mato Grosso, chegou ao fim no último dia 23, contabilizando 11 semanas de trabalho, conforme havia sido previsto pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Apesar de inúmeras adversidades impostas pela irregularidade das chuvas, a conclusão ocorre dentro da média histórica, mesmo com uma área quase 12% superior à anterior. A condução dentro da média ainda não é sinônimo de grãos fartos e com qualidade já que em menos de 15 dias cinco focos da ferrugem asiática em plantas guaxas foram confirmados no Estado, revelando que a doença está cada vez mais próxima das lavouras, quando não, ao lado, às margens das rodovias.


A soja em fase de florescimento e formação de vagens está marcada como nunca pela ameaça da ferrugem. Em razão do cenário, o pior já observado por técnicos do Ministério da Agricultura e da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), o coordenador da Comissão de Defesa Vegetal da Superintendência Federal da Agricultura (SFA), em Mato Grosso, Wanderlei Dias Guerra, acredita que a doença possa estar instalada em lavouras comerciais, restando apenas comprovação e confirmação por meio do sistema do Consórcio Antiferrugem (www.consorcioantiferrugem.net/portal/). “Esses focos em lavouras comerciais podem ter surgido antes mesmo do final do plantio, mas ainda não foram descobertos e ou confirmados”, frisa.


Dias Guerra está há semanas percorrendo as principais regiões produtora de soja do Estado e não cansa de “colecionar” plantas tomadas pela doença. “Ontem (30/11) mesmo, às margens da MT 130, conseguimos fazer um mutirão com funcionários de uma grande propriedade que cataram e incineraram inúmeras guaxas à beira da rodovia. O que deveria ter sido feito durante o Vazio Sanitário só aconteceu agora. Uma providência urgente para o bem da coletividade”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink