Soja 2016/17: Vendas ganham ritmo e vão a 34% no Brasil

Agronegócio

Soja 2016/17: Vendas ganham ritmo e vão a 34% no Brasil

Os primeiros negócios para a safra 2017/18 começaram a sair em Mato Grosso em forma de troca
Por:
1070 acessos

Após vários meses com pouca movimentação, o mercado da soja 2016/17 voltou a ficar mais agitado em novembro. Apesar da queda dos prêmios nos portos e ainda que os picos de preço registrados em junho não tenham sido alcançados, o retorno de Chicago à casa de US$ 10 por bushel e o dólar passando de R$ 3,40 deram fôlego aos preços brasileiros, fazendo as vendas da safra nova avançarem cinco pontos no mês, para 34% da produção esperada. Mesmo assim, o número segue atrás dos 44% do ano passado e dos 40% da média de cinco anos.

No Centro-Oeste, a comercialização evoluiu seis pontos, chegando a 44%. A expectativa de colher bons volumes já em janeiro, devido ao plantio rápido, fez alguns produtores aproveitarem os melhores preços pagos pela primeira soja. Em Nova Mutum (MT) a saca com entrega até 10/jan rodou por R$ 69. Para fev/17, saíram negócios a R$ 66. Em Rondonópolis (MT), o grão para fev/17 foi negociado por US$ 21. Em São Gabriel do Oeste (MS), volumes para fev/17 com pagamento em mar/17 saíram por até R$ 73. Em Rio Verde (GO), o preço médio da saca para fev/17 ficou em R$ 67,90, com alta mensal de 5%. No melhor momento de novembro, lotes pontuais para jan/17 e pagamento em 15/fev rodaram por R$ 75.

Safra 2017/18 - Os primeiros negócios para a safra 2017/18 começaram a sair em Mato Grosso em forma de troca. Em Primavera do Leste, a soja para fev/18 e pagamento em 30/mar saiu por R$ 68.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink