Soja/CEPEA: Preços firmes, apesar de demanda retraída

Agronegócio

Soja/CEPEA: Preços firmes, apesar de demanda retraída

Vendedores aguardam recuperação de preços para a realização de novos negócios
Por:
1170 acessos

Vendedores do mercado interno e externo de soja buscam novidades que favoreçam ajustes mais intensos nas cotações. Enquanto os baixos estoques e a menor área cultivada em relação ao previsto dão suporte aos preços, a fraqueza da demanda resulta em ligeira pressão. No Brasil, segundo pesquisas do Cepea, vendedores aguardam recuperação de preços para a realização de novos negócios, enquanto compradores adquirem o produto apenas para consumo de curto prazo. No físico brasileiro, o mercado permanece com baixa liquidez. Entre 1º e 8 de julho, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa para o produto transferido no porto de Paranaguá subiu 3,2%, indo para US$ 30,58/sc de 60 kg (em moeda nacional, o Indicador teve aumento de 3,7% no mesmo período, finalizando em R$ 47,83/sc). Quanto à média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, a alta foi de 2,84% entre 1º e 8 de julho, fechando a R$ 45,26/sc.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink