Agronegócio

Soja/CEPEA: Valores seguem em alta no Brasil

O alto preço do grão e a baixa oferta de derivados, por sua vez, têm elevado os valores de farelo e do óleo de soja
Por:
1020 acessos

A disputa pelo pouco volume de soja em grão disponível está acirrada no mercado doméstico. Nesse cenário, os preços seguem em alta. Entre 4 e 11 de outubro, a média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, teve significativo aumento de 2,33%, indo para R$ 73,29/saca de 60 kg. O alto preço do grão e a baixa oferta de derivados, por sua vez, têm elevado os valores de farelo e do óleo de soja. Segundo pesquisadores do Cepea, a boa liquidez e as perspectivas de preços favoráveis ao sojicultor – apesar de menores que os atuais – fizeram com que produtores elevassem a área plantada com este grão, em detrimento do milho. Dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgados na última semana apontam que o Brasil deve cultivar entre 28,7 e 29,4 milhões hectares de soja na temporada 2013/14, um recorde. Considerando-se a produtividade entre 2.938 kg/ha e 3.056 kg/ha, a produção nacional deve totalizar entre 87,6 e 89,7 milhões de toneladas, com crescimento de 7,5% a 10,1%, também um recorde.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink