Soja e carne puxaram exportações em 2020
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
AGRONEGÓCIO

Soja e carne puxaram exportações em 2020

Setor agro bateu recorde com saldo final de US$ 87,7 bilhões
Por: -Eliza Maliszewski

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) fez uma análise de quais fatores contribuíram para o Brasil seguir em destaque no mercado internacional. Em 2020 a balança comercial brasileira fechou com saldo positivo de US$ 50,9 bilhões, com destaque para o agronegócio, que bateu recorde com saldo final de US$ 87,7 bilhões.

Entre os principais pontos apontados pela análise estão a desvalorização do real frente ao dólar, a guerra comercial entre Estados Unidos e China, a quebra de safra de países concorrentes e condições climáticas favoráveis. Também colaborou a maior demanda chinesa, que cresceu 33,7%. 

“Apesar do aumento da produção, a demanda chinesa de várias commodities é acima da oferta, o que coloca o Brasil numa situação favorável e com boa perspectiva também em 2021”, destaca a pesquisadora Ana Cecília Kreter.

A soja foi o principal produto exportado e respondeu sozinha por 34,2% do total comercializado em valor ou US$ 34,5 bilhões. Em segundo lugar aparecem as proteínas, com US$ 17,2 milhões e destaque para bovinos e suínos. Só a China representou 43,2% e 50,8% das exportações de carne bovina e suína ano passado, respectivamente. Em decorrência da Peste Suína Africana (PSA), houve descarte de animas no país aumentando a demanda por proteína no mercado internacional.

Dos dez principais produtos de exportação do setor, apenas as carnes bovina, a suína e o café tiveram variação positiva no preço médio em dólar em 2020: 3,0%, 4,0% e 0,8%, respectivamente. O café também teve um desempenho positivo no ano passado, por conta das boas condições climáticas e da bienalidade positiva do grão: alta de 15,6% em valor e 30,0% em quantidade frente a 2019.

O trigo, principal produto importação, teve queda de 9,9% em valor e 6,3% em quantidade no ano passado, seguido pelo arroz, que teve comportamento atípico em 2020, quando o Brasil aumentou as exportações do grão em 36,8%. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink