QUEDA

Soja fecha levemente abaixo de US$ 10 em Chicago

Oleaginosa chegou a passar a barreira de US$ 10 no pregão
Por: -Leonardo Gottems
217 acessos

Na terça-feira, o pregão na bolsa de Chicago permaneceu muito melhor para soja que para os outros cultivos. Na metade do pregão, os preços de milho estiveram estáveis em US$ 3,53 o bushel, mas fecharam com uma subida de 0,25 centavos. Já os vencimentos de maio do cereal caíram 4,50 centavos de Dólar para US$ 3,62.

Os futuros de Janeiro da soja chegaram a US$ 9,98 com uma baixa de 4,25 centavos de dólar. Já os vencimentos de março fecharam 4,25 centavos de dólar mais altos em US$ 10,10. Os futuros de farelo chegaram ao valor de US$ 337,70 para entrega em Janeiro e o óleo de soja caiu 0,25 cents para 33,44 centavos por libra.

Já o trigo com o pagamento em março caiu 3,25 centavos para US$ 4,35 por bushel.

Para Jason Roose, analista de grãos da US Commodities, de Des Moines, Iowa, o rali da soja é motivado pelo clima na América do Sul. “A soja continua a ter uma rali, aumentando a distância entre o milho e trigo, com as preocupações com o tempo seco na Argentina e uma previsão de tempo seco no Brasil central. Além disso, a demanda positiva por farelo está dando um prêmio no complexo da soja”, afirmou Roose ao site Agriculture.com.

Segundo Jack Scoville, do Price Futures Group, de Chicago, a soja deve ficar sozinha no topo e que os produtores que especularam com uma acima de US$ 10 se darão mal. “Nós vimos alguma venda especulativa e de produtores esperando pelas novas altas, mas tudo isso deve ficar abaixo dos US$ 10 de contrato base para os contratos de Janeiro”, afirmou o analista.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink