Soja fecha o mês com perdas

MERCADO

Soja fecha o mês com perdas

“Lembramos que o importante não é você conseguir o pico do preço do ano, mas o importante é você ter lucro"
Por: -Leonardo Gottems
389 acessos

Os preços da soja no mercado brasileiro sofreram baixas quase contínuas durante o mês de outubro e fecharam o período com perdas de 9,77% nos portos e 9,65% no interior do país. De acordo com o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, os preços no Brasil foram motivados pelas quedas no mercado futuro de Chicago e pelo dólar, além dos prêmios de exportação. 

“Embora os preços tenham tido leve avanço nesta terça-feira (0,88% nos portos e 1,50% no interior), a pesquisa do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) aponta forte recuos mensais acumulados de 9,77% nos preços de exportação e 9,65% nos preços da soja no interior neste último dia de outubro. Avanço na colheita americana, falta de disponibilidade brasileira, eleição de presidente considerado ligado ao ajuste fiscal do país foram os motivos. ”, escreve. 

Nesse cenário, o analista indica que os agricultores estão mais voltados para o plantio da nova safra do que empenhados em comercializar o que lhes resta de produto do ciclo anterior. “Mas, temos a considerar outro ponto importante, que é o foco das nossas preocupações e recomendações: o lucro dos agricultores neste ano”, afirma. 

Segundo Pacheco, este foi um ano que surpreendeu, não só os sojicultores, bem como todos os produtores de grãos do País, como milho e trigo, que tiveram preços elevados já desde o início da colheita. Sendo assim, ele recomenda que o agricultor não foque apenas nos preços, mas sim no lucro que têm naquele momento. 

“Lembramos que o importante não é você conseguir o pico do preço do ano, mas o importante é você ter lucro – e o lucro ainda está aí e é alto (pergunte a qualquer dono de indústria, ou de comércio ou mesmo de operador do mercado financeiro para ver o que eles dizem destes percentuais – no mínimo que gostariam muito de tê-los). Então, agarre-os!”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink