Soja fecha semana de perdas

ANÁLISE AGROLINK

Soja fecha semana de perdas

Otimismo na possível reconciliação de Trump e Jinping tem perdido forças
Por: -Leonardo Gottems
28 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (21.12) baixa de 8,75 pontos no contrato de Janeiro/19, fechando em US$ 8,8475 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 8,25 e 8,75 pontos.

O mercado norte-americano da soja fechou a semana ampliando as perdas nos principais contratos futuros. A Consultoria AgResource reporta que, na reta final de ano, os gestores de fundos “optam por adicionar vendas no Mercado da soja, na aversão ao risco do cenário político-comercial instável entre Estados Unidos e China”. 

“O volume de operações se mostrou reduzido, com o baixo interesse especulativo no atual cenário apático para os preços. Vale relembrar que o otimismo na possível reconciliação de Trump e Jinping tem perdido forças a cada dia que se passa sem um passo sólido em direção a promessa firmada no mês passado: reabrir as negociações para um tratado comercial entre os países”, comenta a ARC. 

De acordo com os analistas, após uma temporada de clima adverso para a América do Sul, as previsões voltam a trazer um cenário de chuvas estáveis para este fim de 2018 e começo de 2019: “Este fator impulsiona o movimento de vendas do Mercado, que precifica uma oferta cheia do brasil e Argentina, no atual momento”. 

CLIMA

As precipitações sobre o Centro-Sul do Brasil no curto-prazo são reafirmadas nas leituras climáticas analisadas pela AgResource: “Uma frente de chuvas que chegou pelo Rio Grande do Sul, agora atinge Santa Catarina, Paraná e toda região sojicultora do Paraguai, até o feriado de Natal. Além do mais, nestes próximos 5 dias, índices pluviométricos entre 20-45mm já começam a regar as regiões sob estresse hídrico em Minas Gerais, partes do sul de Goiás e centro-sul do Mato Grosso”. 

“A ARC ressalta que os mapas de previsões acumuladas até o dia 31 de dezembro, trazem a generalização das chuvas sobre 98% da região sojicultora do Brasil. Cobrindo todo o Centro-Oeste, Centro-Sul e MATOPIBA com totais entre 40-100mm distribuídos pelos próximos 10 dias. Tais eventos, se confirmados, irá trazer a recuperação dos níveis de umidade do solo”, concluem os analistas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink