Soja fecha semana em baixa nos EUA

ANÁLISE AGROLINK

Soja fecha semana em baixa nos EUA

Pesou o relatório de importações chinesas de soja grão em março
Por: -Leonardo Gottems
174 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (13.04) uma baixa de 6,50 centavos de Dólar no contrato de Maio/18, fechando em US$ 10,5425 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 5,00 e 6,75 pontos.

O mercado norte-americano da soja teve uma sessão de perdas nos principais contratos futuros, devolvendo posições após uma valorização recorde. A T&F Consultoria Agroeconômica ressalta que um dos fatores negativos do dia foi o relatório sobre as importações chinesas de soja grão em março, que atingiram 5,67 milhões de toneladas, em alta de 4,5% sobre fevereiro, mas em queda de 10,4% em relação a março de 2017. . 

De acordo com a Consultoria AgResource, o mercado da soja encerrou a última sessão desta semana em baixa, com operadores retirando o risco de contratos abertos frente ao fim de semana que pode trazer surpresas: “A especulação agora se concentra nas variações climáticas para o começo de safra norte-americano, juntamente com o embate comercial vigente entre a China e os Estados Unidos. Qualquer sinal de uma tendência climática favorável ou prejudicial para a janela de plantio da soja e milho nos EUA, o Mercado vai reagir de maneira negativa ou positiva nos preços, respectivamente”. 

“Nas recentes atualizações meteorológicas, o padrão estabelecido sobre as principais regiões sojicultoras norte-americanas continua o mesmo. A falta de chuvas prevalece sobre as Planícies (lado oeste do país), enquanto que precipitações expressivas são projetadas para o Cinturão Agrícola e todo o Delta do Mississippi (lado leste do país). Além do mais, incertezas políticas sobre a reação de Trump aos conflitos sobre a Síria tem deixado operadores com o pé atrás sobre qualquer movimento que leve a interferência financeira no Mercado”, concluem os analistas da ARC. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink