Soja ganha o Atlântico
CI
Agronegócio

Soja ganha o Atlântico

Na comparação com o mesmo período do mês passado, houve aumento de 210% nos embarques
Por:
Chuvas interrompem constantemente os trabalhos de carregamento no porto. Desde o início do ano, trabalhos foram suspensos por 22 dias.

Depois de vencer o atraso inicial, a colheita da soja evolui em bom ritmo e caminha para a metade final no Brasil. Segundo a consultoria Safras & Mercado, as máquinas já haviam passado por 58% das lavouras até o final da semana passada, um avanço de 10 pontos porcentuais na comparação com o índice da semana anterior.


Conforme as colheitadeiras avançam, as exportações do grão, que começaram o ano travadas, também parecem deslanchar e ultrapassam, finalmente, os embarques mensais de milho. Relatório divulgado na segunda-feira (18) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) mostra que passaram pelos portos brasileiros 1,816 milhão de toneladas da oleaginosa e 876,6 mil toneladas do cereal nas três primeiras semanas de março.


Na comparação com o volume embarcado nesse mesmo período do mês passado, houve aumento de 210% na soja e recuo de 37,5% no milho. No acumulado do ano, contudo, a vantagem ainda é do cereal, com 6,538 milhões de toneladas contra 4,129 milhões de toneladas exportadas do início do ano até a semana passada até a semana passada.


4,9 milhões de toneladas de soja a mais foram exportadas no ano passado, na comparação com o període de janeiro até a terceira semana de março deste ano, conforme a Secex.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.