Soja não chega ao preço desejado no Brasil

MERCADO FÍSICO

Soja não chega ao preço desejado no Brasil

Por enquanto, a quebra da safra não está melhorando os preços
Por: -Leonardo Gottems
685 acessos

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea, os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quinta-feira (17.01) com preços da soja subindo 0,40% nos portos, para R$ 74,83, reduzindo as perdas de janeiro na exportação para 6,66%. No interior, a alta foi de 0,34% para R$ 70,41/saca – ainda muito longe do que os agricultores esperam, cerca de R$ 80,00 no interior. 

“Com a alta de hoje a perda de janeiro foi reduzida para 4,98%. Por enquanto, a quebra da safra não está melhorando os preços. A alta de 0,36% do dólar no Brasil e de 1,48% na cotação de março em Chicago (vide comentário completo AQUI) foram seguidas pela alta da de 3 cents/bushel no prêmio de maio para a soja brasileira em Paranaguá. A soma destes fatores definiu a média dos preços de ontem”, explica o analista da T&F Consultoria Agroeconômica Luiz Fernando Pacheco.

FUNDAMENTOS: 

O clima com chuvas generalizadas no período, associado às altas temperaturas, proporcionaram um bom crescimento e desenvolvimento das plantas. “O crescimento rápido preencheu os espaços em áreas que ficaram com baixa densidade, finalizando, assim, as pulverizações de herbicidas em pós-emergência para controle de ervas daninhas. No geral, o desenvolvimento está normal”, diz Pacheco. 

“No entanto, na região da Produção, os problemas no plantio apresentam um atraso no desenvolvimento das lavouras, comparado aos anos de normalidade na instalação da cultura. Quanto aos estádios fenológicos, no Estado a maior parte das lavouras está em desenvolvimento vegetativo, 35% das áreas está em floração e 12% em início da granação”, conclui o especialista.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink