Soja perde força nos EUA

ANÁLISE AGROLINK

Soja perde força nos EUA

"O Mercado necessita de fundamentos concretos sobre a possível redenção da Guerra Comercial"
Por: -Leonardo Gottems
141 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quarta-feira (05.12) alta de 1,75 ponto no contrato de Janeiro/19, fechando em US$ 9,1350 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 1,25 e 1,75 ponto.

O mercado norte-americano da soja teve mais um dia positivo nos principais contratos futuros, mas já sem a força das sessões anteriores. “Na terça-feira, circularam rumores de que a China teria se comprometido em comprar até 8 milhões de toneladas de soja norte-americana antes do fim do ano”, revela o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco.

De acordo com a AgResource, o ritmo especulativo diminuiu em Chicago: “Mesmo as tão usadas redes sociais de Trump já não trazem um movimento tão agressivo. Na manhã de hoje, tweets do presidente estadunidense afirmando com que a China comprará soja norte-americana nos próximos dias, até trouxe um suporte fraco aos preços, porém a volatilidade se manteve baixa. O Mercado necessita de fundamentos concretos sobre a possível redenção da Guerra Comercial”. 

“Até o momento, apenas os EUA têm se pronunciado abertamente, a especulação necessita confirmações do lado chinês, para que credibilidade seja adicionada. No Brasil o cenário climático continua se resumindo de maneira excepcional para o começo da safra de verão. Um equilíbrio ideal de chuvas e temperaturas amenas foram presentem em 84% de toda a região sojicultora do país, nos últimos 30 dias”, concluem os analistas da ARC.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink