Soja transgênica chegará a 90% da área em três anos
CI
Agronegócio

Soja transgênica chegará a 90% da área em três anos

A área de soja transgênica no Brasil mantém ritmo de crescimento acelerado
Por:

Segundo o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Silvio Crestana, a área de soja transgênica no Brasil mantém ritmo de crescimento acelerado. Para ele, o plantio de sementes do soja geneticamente modificadas, que hoje já representa 50% do total, deverá chegar a 90% nos próximos três anos. Significa que hoje já ocupa metade dos 21 milhões de hectares e dos 55 milhões de toneladas que serão produzidas este ano. O grão geneticamente modificado produzido pela estatal, que é comercializado pela Monsanto, já tem uma participação de 20% da soja transgênica brasileira.

De acordo com as estimativas do presidente da Embrapa, nos próximos três anos a área da soja geneticamente modificada deve atingir 90% do total produzindo no mercado interno. Significa que a grande produção brasileira de soja tende a ser transgênica. A intenção é que o grão produzido pela estatal acompanhe a evolução de seu cultivo no País.

O executivo disse ainda que a produção dos grãos não-transgênicos, principalmente milho e soja, diante da evolução da produção de etanol nos Estados Unidos além do crescimento do consumo na China, Rússia. "Serão 300 milhões de novos consumidores que começarão a consumir carne e leite’’.

Diante deste cenário, Crestana acredita que a produção mundial de milho e soja deve crescer cerca de 2% ao ano nos próximos dez anos. Por ser grande produtor agrícola e com forte potencial de área para produzir, o Brasil terá um incremento considerável na produção destes dois tipos de grãos.

De acordo com o presidente da Embrapa, a área de milho e soja no País deve crescer em torno de 7% anualmente em uma década. Ficando portanto bem acima da taxa de crescimento mundial. "O Brasil tem área suficiente e pode aumentar a produtividade. A produtividade da soja pode subir entre 40% e 50%, enquanto que a do milho poderá dobrar’’, enfatizou. "Podemos até triplicar a produção sem precisar duplicar a área plantada’’.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink