Agronegócio

Sorriso (MT) registra poucos focos de ferrugem

O motivo é a adoção do vazio sanitário em Mato Grosso, na entressafra de 2006
Por: -Francielle Mezadri
2 acessos

As lavouras de soja concentradas no município de Sorriso (MT) registram poucos focos de ferrugem asiática até o momento. A doença, que já foi detectada e registrada pelo sistema de alerta da Embrapa em algumas localidades mato-grossenses, como Primavera do Leste e também regiões de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, dentre outras, ainda não se alastrou em Sorriso (460 quilômetros ao Médio Norte de Cuiabá).

De acordo com o engenheiro agrônomo, Alfeo Augusto Trecenti, isso se deve a inúmeros fatores como, por exemplo, a adoção do vazio sanitário em Mato Grosso, na entressafra de 2006, que já apresenta redução da fonte de inoculo da ferrugem para a safra 06/07. Além disso, as condições climáticas e a atenção do produtor com relação ao manejo da doença contribuíram para este controle.

Alguns focos detectados em lavouras do município nos últimos 20 dias já foram controlados, como o caso de um talhão da estação de pesquisa da Fundação Mato Grosso, que foi imediatamente extinto. Entretanto, como a região apresentou um considerável aumento de chuvas nos últimos dias, o cuidado deve ser redobrado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink