Stephanes defende adição de 25% de álcool à gasolina
CI
Agronegócio

Stephanes defende adição de 25% de álcool à gasolina

O objetivo é evitar que os preços do álcool continuem em queda no mercado interno
Por:

Para tentar evitar que os preços do álcool continuem em queda no mercado interno, o Ministério da Agricultura pediu nesta quarta-feira 930-05) encaminhamento dentro do governo para que a mistura de álcool anidro na gasolina seja elevada dos atuais 23% para o teto de 25%. "Temos informações a respeito da safra de cana e da produção de álcool que justificam o aumento do percentual do combustível na gasolina", disse o ministro Reinhold Stephanes.

A expectativa do ministro é de que ainda no mês de junho a mistura volte a ser de 25% e interrompa a queda dos preços do álcool. Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), na última semana os preços do álcool anidro recuaram 13,74% para R$ 0,76416 e atingiram o menor patamar desde setembro de 2005.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink