Sucessão na agricultura familiar será foco da Emater/RS-Ascar na Expointer
CI
Agronegócio

Sucessão na agricultura familiar será foco da Emater/RS-Ascar na Expointer

Cerca de 30% das propriedades não têm sucessor definido no RS
Por:
O espaço Caminhos da Integração, área de 8 mil metros quadrados que a Emater/RS-Ascar ocupará no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, durante a 35ª Expointer, terá como tema central “Renda e qualidade de vida - caminhos para a sucessão na agricultura familiar”. A Expointer, considerada uma das maiores e mais importantes exposições-feira do mundo, será realizada de 25 de agosto a 2 de setembro.

Conforme o coordenador do Caminhos da Integração, o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar Volnei Wruch Leitzke, o objetivo do espaço é colocar o tema da sucessão na agricultura familiar na pauta de discussões da sociedade. Segundo informações da Emater/RS-Ascar, cerca de 30% das 442 mil propriedades rurais não têm sucessor definido no Rio Grande do Sul.

Além da sucessão familiar, a Emater/RS-Ascar mostrará durante a 35ª Expointer, o trabalho e as ações desenvolvidos pela extensão rural no Estado, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a renda no meio rural, dando condições para que os agricultores e pecuaristas familiares permaneçam no campo. Diversificação rural, produção sustentável, preocupação com a biodiversidade e o ambiente, organização rural e capacitação profissional serão alguns dos temas apresentados no espaço Caminhos da Integração.

Confira as atrações do Caminhos da Integração:

Irrigação e Cooperativismo

A irrigação, foco da Expointer este ano, também terá vez no Caminhos da Integração. No espaço da Emater/RS-Ascar na feira, além da demonstração de sistemas de irrigação por gotejamento e microaspersão, haverá também um estande no qual os técnicos repassarão orientações aos produtores rurais que estiverem interessados em implementar sistemas de irrigação em suas propriedades. Em relação ao tema cooperativismo, o objetivo é divulgar o Programa Gaúcho de Cooperativismo Rural e o Programa de Extensão Cooperativa, iniciativas voltadas à qualificação da gestão em cooperativas e ao fortalecimento da agricultura familiar no Rio Grande do Sul.

Casa da Família Rural - Centros de Treinamento

A Casa da Família Rural é destinada à visitação e à troca de informações com extensionistas de Bem-Estar Social da Emater/RS-Ascar. O objetivo é que os visitantes possam se sentir como se estivessem em uma casa típica da agricultura familiar, e mostrar o artesanato feito com palha de bananeira, bambu, lã ovina, entre outros. Na parte externa da Casa, os Centros de Formação da Emater/RS-Ascar de Erechim, Não-me-Toque e Bom Progresso divulgarão os cursos oferecidos nessas unidades e os produtos elaborados para os visitantes.

Cultivo Protegido de Videiras

A parcela apresenta a tecnologia de cultivo protegido de videiras de mesa, visando à redução dos efeitos das adversidades climáticas na produção. O sistema tem como resultados maior produtividade, maior estabilidade da produção, menores aplicações de fungicidas e melhoria da qualidade da uva.

Pecuária Familiar

O espaço apresentará o estilo de vida do pecuarista familiar e o sistema de produção praticado em suas unidades familiares, dando visibilidade aos valores e aos costumes desse importante público assistido pela Emater/RS-Ascar. Neste ano, será dado maior destaque à ovinocultura, através da participação da Associação de Ovinocultores da Centro-Sul e da exposição de peças de artesanato em lã ovina. Também haverá demonstração do trabalho com couro na transformação de petrechos utilizados nas rotinas da lida com os animais.

Jardim Sensorial

Neste espaço, o público visitante poderá percorrer um caminho que estimula e aguça os sentidos e a percepção, no contato com diversos elementos, materiais, plantas e aromas naturais. O objetivo é reaproximar o ser humano do ambiente que o cerca.

Piscicultura e Pesca - Feiras do Peixe

Técnicos da Emater/RS-Ascar repassarão aos visitantes orientações sobre a criação comercial de carpas em cativeiro, em policultivo. No local, foi montado um tanque no qual serão expostos peixes adultos com o tamanho e as características adequados para o mercado. Assim como ocorre durante as Feiras do Peixe realizadas durante a Semana Santa, também serão instaladas piscinas com peixes vivos e estruturas de apoio como barracas de feira, balanças e aeradores. O objetivo é dar visibilidade às Feiras do Peixe, importante meio de comercialização para os produtores, divulgando também o trabalho desenvolvido pela Emater/RS-Ascar na organização da produção, da comercialização e do abastecimento.

Apicultura e Meliponicultura

Com o objetivo de integrar extensão, ensino, pesquisa e educação ambiental, neste espaço será demonstrado o potencial da produção de mel na geração de renda e na segurança alimentar da propriedade familiar, além dos benefícios da apicultura para a polinização e promoção da biodiversidade. Os visitantes poderão conferir ainda o funcionamento de uma máquina de processar e embalar o mel e participar de oficinas de produção de velas à base de cera produzida pelas abelhas e degustação de mel de diferentes floradas.

Produção Agroecológica Integrada Sustentável (Pais)

A tecnologia social Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais), idealizada em 1999 pelo engenheiro agrônomo senegalês Aly Ndiaye e adotada por cerca de sete mil famílias de pequenos agricultores em 19 Estados brasileiros, utiliza técnicas específicas de otimização do uso de recursos naturais e socioeconômicos, respeitando a integridade cultural das comunidades rurais. Tem por objetivos a sustentabilidade econômica e ecológica em pequenas propriedades, a maximização dos benefícios sociais, a minimização da dependência de energia não renovável e a manutenção do ambiente de cultivo com uma boa diversidade de culturas.

Cultivo de mudas e hortaliças em ambiente protegido

A produção de olerícolas em ambiente protegido, como alternativa de renda aos produtores rurais da região, será o foco desta temática. Os visitantes poderão conferir desde o preparo de substrato até o desenvolvimento das plantas.

Monitoramento e controle de pragas da fruticultura

A proposta do espaço é demonstrar como o produtor pode fazer para minimizar o ataque de pragas na fruticultura através do controle integrado, com a utilização de feromônios, iscas e armadilhas luminosas.

Biodiversidade
Nesta parcela, serão demonstrados os cuidados que se deve ter com o solo, compostagem, água, sementes crioulas, plantas bioativas e seus usos. Haverá também mostra de sementes crioulas.

Mudas Cítricas de Qualidade
Buscando dar evidência à importância de uma boa muda, sadia, para a produção de laranjas, bergamotas e limões, viveiristas da Aprocitros repassarão algumas informações ao público interessado na produção de mudas de qualidade.

Turismo Rural e Artesanato

Divulgar as rotas e os roteiros de turismo rural na agricultura familiar do Rio Grande do Sul é a proposta deste espaço, além de promover a cultura regional, a produção associada e a relação com a extensão rural.

Carvão Vegetal

Nesta parcela, o público poderá conferir o resultado de pesquisas sobre a cadeia produtiva do carvão vegetal, incluindo desde adaptações dos fornos, uso de coprodutos e cuidados com a saúde do carvoeiro e de sua família. O foco é a redução dos impactos ambientais, principalmente quanto às emissões de fumaça e qualidade do ar.

Sistemas Agroflorestais

São sistemas de produção que integram, em uma mesma área, ao longo do tempo, florestas em associação com cultivos agrícolas e/ou criação de animais, buscando a melhor utilização dos recursos naturais disponíveis, como a água, o solo e a luminosidade. As demonstrações neste espaço darão ênfase ao desenvolvimento de sistemas de produção com adequação ambiental da propriedade, destacando as Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal, bem como a biodiversidade e a produção e conservação da água.

Hortas em Pequenos Espaços

Voltada ao público urbano, esta parcela mostrará técnicas de plantio de ervas medicinais e aromáticas em pequenos espaços, ideais para quem mora em apartamento ou dispõe de um quintal em casa.

A 35ª Expointer será realizada de 25 de agosto a 2 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink