Sucessão na gestão da empresa rural pode ser planejada

Agronegócio

Sucessão na gestão da empresa rural pode ser planejada

Colunista lembra que a sucessão pode ser planejada para evitar a extinção de um negócio
Por: -Redação
2 acessos
O economista Sócio-Diretor da R & S Training Rural Ltda. e colunista do portal Agrolink, Rogério de Melo Bastos, lembra que a sucessão na gestão da empresa rural pode ser planejada para evitar a extinção de um negócio com a perda do seu gestor. Bastos destaca que “quase sempre a sucessão da gestão na empresa rural ocorre de maneira traumática ou inesperada, após o falecimento do patriarca da família.” Para evitar perdas maiores, o colunista aconselha “o gestor pode identificar na família quem tem o melhor perfil para a gestão, ou até mesmo implantar um conselho de gestão com a sua participação. A participação dos demais será apenas nos resultados da empresa, proporcional ao seu quinhão de capital.” E desta forma teremos um modelo de sociedade semelhante às de quotas por responsabilidade limitada e/ou de ações. Bastos ainda enfatiza que das sobras sempre deve ficar no caixa da empresa uma parte dos lucros para garantir a saúde financeira do empreendimento. Para ler a coluna completa de Rogério de Melo Bastos,
clique aqui.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink