Suíno, Milho, Farelo de Soja e Inflação em Fevereiro de 2022 e no período Real
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Suíno, Milho, Farelo de Soja e Inflação em Fevereiro de 2022 e no período Real

A divulgação da inflação pela Fundação Getúlio Vargas apontou que o IGP-DI apresentou índice positivo em fevereiro
Por:

A divulgação da inflação pela Fundação Getúlio Vargas apontou que o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) apresentou índice positivo de 1,50% em fevereiro último, equivalendo a evolução próxima de 1.027% no Período Real. O suíno apresentou evolução mensal de 4,2%, enquanto milho e farelo de soja indicaram, respectivamente, evolução de 1,8% e 7,5% no período. Em doze meses, enquanto a inflação aumentou 15,3%, o milho 17,1% e o farelo de soja 1,2%, o suíno apresentou queda expressiva de 21,6%.

Se a comercialização do Suíno tivesse acompanhado a inflação do período, o valor praticado em fevereiro teria alcançado R$201,60. Entretanto, foi comercializado por apenas R$110,12.

O milho e o farelo de soja, permaneceram apresentando evolução excepcional, muito superior à inflação no período real. Tivessem acompanhado apenas a evolução da inflação, a tonelada do Farelo de Soja e a saca de Milho teriam sido comercializadas por, respectivamente, R$1.778,00 e R$78,71. Entretanto, alcançaram valores muito superiores, o Milho foi comercializado por R$101,46 e o Farelo de Soja por R$2.939,00. E isso mantém os suinocultores absorvendo significativos prejuízos nos últimos tempos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.