Suíno/CEPEA: Atacado resiste a novas altas mesmo em início de mês
CI
Agronegócio

Suíno/CEPEA: Atacado resiste a novas altas mesmo em início de mês

Há poucos animais prontos para o abate e aqueles que são vendidos estão sendo entregues com baixo peso
Por:

Pela segunda semana, as cotações da carne suína, conforme dados do Cepea, tiveram apenas ligeiras variações no atacado da capital paulista, sinalizando a resistência de atacadistas para aceitar o novo patamar de preços mesmo neste período de início de mês. Segundo pesquisas do Cepea, com as cotações estáveis no atacado, frigoríficos não se dispõem a pagar mais para os suinocultores, e os preços do vivo também estacionaram na maioria das regiões. Suinocultores de várias regiões consultados pelo Cepea, no entanto, apontam que a oferta segue restrita. Há poucos animais prontos para o abate e aqueles que são vendidos estão sendo entregues com baixo peso.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink