Suinocultor reclama da Argentina
CI
Agronegócio

Suinocultor reclama da Argentina

Por:

Depois de pelo menos dois meses de recuperação das exportações de carne suína para Argentina, somando 5,8 toneladas em julho e agosto, o comércio entre os dois países volta a travar. Conforme o Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul (Sips), as duas licenças necessárias para as exportações estão demorando mais para serem liberadas, mas ainda não há cargas paradas. Conforme o diretor-executivo do Sips, Rogério Kerber, o normal é que as duas licenças sejam emitidas em dez dias, o que, neste mês, está levando o dobro do tempo. O Ministério da Agricultura informa que, desde o final de 2011, negocia com o país vizinho para liberar o comércio bilateral.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink