Suinocultores conseguem com Sintap emissão de GTA por 5 dias

Agronegócio

Suinocultores conseguem com Sintap emissão de GTA por 5 dias

Os suinocultores de Mato Grosso conseguiram por cinco dias junto ao Sindicato dos Trabalhadores do Sintap/MT a validação das GTA.
Por:
369 acessos

Os suinocultores de Mato Grosso conseguiram por cinco dias junto ao Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap/MT) a validação das Guias de Trânsito Animal (GTA). A liberação atenderá a demanda reprimida e necessidade de evitar aglomeração nas granjas e consequentemente problemas sanitários.

A Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) conseguiu junto ao Sintap a emissão dos documentos a partir desta segunda-feira, 20 de junho.

As validações das guias ocorrerão normalmente no Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea).

Ao Agro Olhar a presidente do Sintap, Diany Dias, informou que o Sindicato recebeu um ofício da Acrismat pedindo para que o setor da suinocultura viesse a ser atendido em virtude da subpopulação suína nas granjas. “O Sintap entendeu junto com a equipe do comando de greve, equipe técnica e médicos veterinários que nós tínhamos que atender a demanda em virtude dessa população e do bem estar do animal. Então, oficializamos para a Acrismat, por meio de ofício, que nós iriamos atender por cinco dias as demandas deles e depois se ocorrer da greve se estender ainda mais os médicos veterinários iriam fazer visitas in loco nas granjas para verificar a necessidade ou não de GTA”.

Na última semana a Acirsmat divulgou ter registrado prejuízo na ordem de R$ 30 milhões desde o início da greve dos servidores do Indea, agravando ainda mais a crise pela qual o setor passa com alto custo de produção (devido à escassez do milho e preços elevados) e baixa remuneração.

“O setor da suinocultura no Brasil passa por um dos melhores momentos registrados nos últimos anos, e Mato Grosso também faz parte desses números positivos. No entanto, nos últimos dez dias tivemos um prejuízo de cerca de R$ 30 milhões devido à falta de emissão de guias para o transporte dos animais”, revelou o diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues, durante a instituição da Frente Parlamentar da Suinocultura na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), no último dia 16 de junho.

A greve dos servidores do Indea teve início no dia 06 de junho. Os servidores do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) e Instituto de Terras do Estado de Mato Grosso (Intermat) seguem de braços cruzados, mesmo após decisão judicial de ilegalidade da paralisação das atividades e aplicação de multa de R$ 100 mil ao dia, proferidos no dia 16 pela a desembargadora Serly Marcondes Alves.

As duas categorias aderiram à greve geral para cobrar a Revisão Geral Anual (RGA), que prevê a reposição das perdas inflacionárias de 2015, de 11,28%.

Hoje, a suinocultura em Mato Grosso gera 3.505 empregos diretos e 10.515 indiretos, de acordo com a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat). Ao todo são 416 granjas comerciais espalhadas em 33.678 propriedades cadastradas no Estado. Dados fornecidos pela Acrismat mostram que Mato Grosso possui 140.200 matrizes para um rebanho de 2.513.061 cabeças.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink