Suinocultura de Minas Gerais aposta em ano positivo

Agronegócio

Suinocultura de Minas Gerais aposta em ano positivo

Com vistas ao mercado externo, a suinocultura vislumbra um ano positivo
Por: -Redação
1 acessos

Com vistas ao mercado internacional, a suinocultura mineira vislumbra um ano positivo, em virtude da ausência de focos de doenças sanitárias. Porém, este cenário favorável exige do Estado potencial para exportação, com frigoríficos devidamente capacitados para a atividade; o que ainda é um entrave para o setor.

Outro desafio é aumentar o consumo da carne suína no mercado interno. Minas é o quarto produtor brasileiro de carne suína. No acumulado de janeiro a novembro de 2006, Minas exportou cerca de 11 mil toneladas de carne suína, que movimentou em torno de US$ 22 milhões. No ano passado, a produção mineira de carne suína fechou em, aproximadamente, 324 mil toneladas. Para este ano, a estimativa é que o volume produzido alcance 349 mil toneladas.

O escoamento da produção interna de suínos, hoje visto como uma das maiores necessidades do setor para adequação entre oferta e demanda do produto no mercado interno, poderá ser alcançado com o aumento do consumo e com a exportação de volume significativo de carne suína. Em Minas, o consumo de carne suína é de 18 quilos per capita/ano.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink