Suinocultura em alta motiva produtores de Mato Grosso
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Suinocultura em alta motiva produtores de Mato Grosso

Suinocultura passa por um bom momento e atingiu alta de 173% no volume de exportações
Por:

A suinocultura passa por um bom momento e, em setembro, atingiu alta de 173% no volume de exportações se comparado ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). 

Para aproveitar a boa fase, produtores de Mato Grosso se preparam com capacitação para melhorar ainda mais a qualidade dos serviços e do produto final.

Em 2020, os últimos treinamentos ofertados para o setor de suinocultura pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar/MT), em parceria com os Sindicatos Rurais, será neste mês. Para 2021 já estão programadas mais quatro capacitações para este setor.

Em seu portfólio, o Senar/MT disponibiliza dois cursos para a cadeia produtiva da suinocultura. Um deles é uma qualificação com carga horária de 104 horas sobre a manutenção da granja suína de acordo com as técnicas do Plano Nacional de Desenvolvimento de Suinocultura (PNDS). 

Já o outro curso de Suinocultura ensina sobre a criação de suínos para produção de carne e banha. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural de seu município para ver se há turmas previstas para 2021 e se há vagas.

"Às vezes o profissional age de forma mecânica e não sabe o porquê realiza determinada atividade. Quando se tem pessoas capacitadas, vários problemas da rotina são diluídos", afirma Anderson Luna, instrutor credenciado junto ao Senar-MT.

Boas expectativas - Ainda de acordo com o Imea, o segundo semestre deste ano alavancou a melhoria no setor. Houve aumento de 50% no preço do kg do suíno pago ao produtor rural, em relação ao primeiro quadrimestre de 2020. O valor atingiu R$ 6,73 em outubro, em contrapartida aos R$ 4,50 de abril.

Nova Mutum está entre os municípios mais promissores do setor no Estado. Suinocultor há 30 anos, Valdomir Ottonelli, está esperançoso em relação ao futuro da atividade. "Dependemos do mercado externo, mas a demanda está muito firme e a expectativa é boa". 

Para o diretor executivo da Associação de Criadores de Suínos do Estado de Mato Grosso (Acrismat), Custódio Rodrigues, a estimativa é que a alta persista pelos próximos dois anos. "A suinocultura teve altos e baixos devido ao mercado internacional, mas seguimos bem e o produtor está satisfeito com os resultados".


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink