Suínos: relação entre vivo e varejo aponta forte perda aos produtores em 2021
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Suínos: relação entre vivo e varejo aponta forte perda aos produtores em 2021

O preço médio do kg do suíno vivo aponta que em julho o produtor comercializou seu produto por R$8,68
Por:

O preço médio do kg do suíno vivo no interior de São Paulo aponta que em julho o produtor comercializou seu produto por R$8,68, equivalendo a redução mensal de 4,8%, enquanto alcançou evolução de 15,7% sobre o mesmo mês do ano passado. Na ponta final do Varejo da cidade de São Paulo, o preço médio do kg de carne suína levantado pelo Instituto de Economia Agrícola indica cotação de R$23,54, representando aumentos de 1,4% sobre junho último e de 32,6% em relação a julho do ano passado.

O resultado é um índice de participação do produto vivo sobre o varejo que retrocedeu para 37% no mês de Julho, significando queda mensal de 2 pontos percentuais. Em relação ao mesmo período do ano passado, a perda na relação atingiu 5 pontos percentuais.

No decorrer deste ano é visível a perda dos Produtores na relação entre os dois elos da cadeia de comercialização. Enquanto no segundo semestre do ano passado a relação média ficou acima dos 48%, neste ano não alcança 38%, equivalendo a queda superior a 10 pontos percentuais.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.