SUÍNOS/CEPEA: demanda externa aquecida eleva preços da proteína embarcada
CI
Suínos

SUÍNOS/CEPEA: demanda externa aquecida eleva preços da proteína embarcada

Firme demanda externa pela carne suína brasileira tem elevado os preços da proteína exportada
Por:

A firme demanda externa pela carne suína brasileira tem elevado os preços da proteína exportada. De acordo com dados da Secex, nos 14 primeiros dias úteis deste mês, a carne suína in natura foi vendida ao mercado internacional a US$ 3.353,55/tonelada, alta de 48% em relação à média de maio e de fortes 72% frente à de junho/18. Trata-se, ainda, do maior patamar desde novembro/14.

De acordo com colaboradores do Cepea, a atratividade das vendas ao front externo tem elevado o ritmo de abates nas plantas que são habilitadas para o atendimento do mercado externo. Segundo dados do IBGE divulgados em 13 de junho, o peso total das carcaças abatidas aumentou 3,9% no primeiro trimestre deste ano frente ao mesmo período do ano passado. O ritmo aquecido da atividade na indústria frigorífica, por sua vez, tem impulsionado o preço do animal vivo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.