Suínos/CEPEA: Demanda mantém preços em alta desde junho

Agronegócio

Suínos/CEPEA: Demanda mantém preços em alta desde junho

Aumentos estão atrelados à forte alta nos preços da carne bovina
Por:
1309 acessos

Os preços do suíno vivo vêm registrando consecutivas altas desde o final de junho em algumas praças consultadas pelo Cepea. Na região de SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Sorocaba, São Paulo e Piracicaba), por exemplo, o valor médio do suíno vivo saltou de R$ 2,58/kg no dia 23 de junho para R$ 3,62/kg na terça-feira, 23 de novembro, aumento de 40% no período. Quanto à carne suína negociada no atacado paulista (carcaça comum), conforme levantamentos do Cepea, os preços vêm oscilando nas últimas semanas, mas, de modo geral, o movimento tem sido de alta desde o final de junho. De 23 de junho até 23 de novembro, o valor médio da carcaça comum subiu expressivos 35%, passando de R$ 3,88/kg para R$ 5,24/kg nessa terça, segundo dados do Cepea. Esses aumentos estão atrelados à forte alta nos preços da carne bovina, que eleva a demanda pelo produto suíno. É preciso considerar, também, que muitos frigoríficos têm formado estoques, visando a maior demanda no final do ano.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink