Suínos/CEPEA: Impostos menores estimulam também consumo de carnes concorrentes
CI
Agronegócio

Suínos/CEPEA: Impostos menores estimulam também consumo de carnes concorrentes

A desoneração de PIS, Cofins e IPI dos produtos da cesta básica anunciada na sexta-feira passada deve reduzir os preços das carnes ao consumidor
Por:

A desoneração de PIS, Cofins e IPI dos produtos da cesta básica anunciada na sexta-feira passada deve reduzir os preços das carnes ao consumidor, o que tende a estimular o consumo. Frigoríficos já eram isentos de PIS/Cofins – de bovinos, desde 2010 e de frangos e suínos, desde 2011 – e a principal novidade é mesmo o alívio da carga tributária no varejo. A análise do impacto dessa medida sobre o setor suinícola abrange aspectos positivos e também negativos. Entre os prós, está o fato de que redução dos preços das carnes deve resultar em maior consumo. Por outro lado, a carne bovina e até mesmo a de frango costumam ser preferidas pelo brasileiro, em detrimento da suína. Nesse contexto, a estimativa da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) de que a carne bovina, forte concorrente da carne suína, pode ficar de 10 a 12% mais barata, pode ser entendida como ameaça à demanda pela suína. Desde que a medida foi anunciada, não se notou mudança nos segmentos primário e atacadista do mercado suinícola. Nos últimos dias, as negociações do animal vivo e também da carne no atacado da Grande São Paulo apenas mantiveram-se com quedas semelhantes às que já vinham sendo registradas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.