Suínos e aves têm nova entidade representativa
CI
Agronegócio

Suínos e aves têm nova entidade representativa

Fortalecimento da cadeia é importante, diz presidente da ABPA
Por:
As cadeias produtivas de suínos e aves uniram forças para a criação da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Sendo assim, a partir desta segunda-feira (24) a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs) e a União Brasileira de Avicultura (Ubabef) deixam de existir.

"O mais importante é o fortalecimento da cadeia. Em diversas culturas vemos um momento de fragmentação, então, fizemos o movimento inverso a fim de unificar interesses em comum", afirma o presidente da ABPA, Francisco Sergio Turra.

Segundo Turra, esta será a maior entidade de proteína animal do Brasil e uma das maiores do mundo, com representação conjunta em eventos no exterior para abertura do mercado de exportações.

O Produto Interno Bruto (PIB) da avicultura e da suinocultura somam R$ 80 bilhões. No total, as cadeias produtivas geram 1,756 milhão de empregos diretos, visto que mais de 400 mil deles são em plantas frigoríficas. Juntas, as exportações destes setores somaram cerca de US$ 10 bilhões em 2013, uma representação de 10% da balança comercial do agronegócio.

A vice-presidência de suínos ficou com Rui Eduardo Saldanha Vargas e a de aves, com Ricardo Santin.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink