Suspeita na Nova Zelândia

Agronegócio

Suspeita na Nova Zelândia

Pode levar até duas semanas para confirmar a denúncia, que o ministério da Agricultura considera um trote
Por:
1 acessos

Autoridades da Nova Zelândia e a polícia estão investigando uma denúncia de que a aftosa teria sido deliberadamente introduzida em uma pequena ilha próxima da cidade de Auckland, a maior populosa do país.

A denúncia foi feita em uma carta à primeira-ministra do país, Helen Clark. Na ilha de Waiheke existem cerca de 2,5 mil cabeças de gado bovino e 18 mil ovinos. Pode levar até duas semanas para confirmar a denúncia, que o ministério da Agricultura considera um trote.

O governo colocou a ilha em quarentena para proteger suas exportações de carnes e lácteos, que respondem por um terço das exportações totais do país de US$ 22,6 bilhões. A notícia derrubou a cotação do dólar neozelandês.

Em 2001, um surto de aftosa obrigou o Reino Unido a sacrificar mais de 3 milhões de animais. A doença também foi detectada na França, Holanda e Irlanda.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink