Suspensa missão catarinense à Rússia
CI
Agronegócio

Suspensa missão catarinense à Rússia

Por: -Admin

A missão catarinense à Rússia, marcada para iniciar a partir desta quarta-feira, foi cancelada por representantes do governo russo. A alegação é que o país se recusa a receber qualquer missão brasileira até que o Ministério da Agricultura envie "respostas concretas às preocupações russas" sobre o surto de febre aftosa que contaminou o rebanho bovino do Brasil no ano passado.

A alegação está inserida em um documento entregue na última quinta-feira pela encarregada de Negócios Internacionais, Kátia Grabrerte, ao secretário estadual de Articulação Internacional, Roberto Colin (PMDB). O documento foi assinado pelos representantes russos Ievgeni Nepoklonovi e Alexander Ponomarev.

Conforme o relato do documento, as informações repassadas por representantes de Santa Catarina aos russos sobre o mal de Aujeszky, cujos focos foram encontrados no rebanho catarinense, foram satisfatórios. O que os russos esperam é um retorno do Ministério sobre o combate à aftosa. Em resumo, foi o "quadro dificultado pela permanente negativa do Ministério da Agricultura em oferecer esclarecimentos à embaixada", segundo relataram os representantes russos, a explicação para a negativa aos catarinenses. Nesta semana, o secretário estadual de Agricultura, Moacir Sopelsa (PMDB), viaja à Brasília para pedir ao ministro Roberto Rodrigues que envie as solicitações requeridas pelos russos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.