Suspenso registro de imóvel rural não recadastrado na zona do desmatamento

Agronegócio

Suspenso registro de imóvel rural não recadastrado na zona do desmatamento

O prazo dado pelo governo federal terminou na quarta-feira, dia 2
Por:
124 acessos
Produtores rurais dos 36 municípios considerados campeões de desmatamento que não fizeram o recadastramento das propriedades tiveram o certificado de cadastro do imóvel suspenso. Anaximandro Almeida, assessor técnico da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil, disse que a entidade tentou, mas não conseguiu esticar os trinta dias dados pelo Ministério do Meio Ambiente para o recadastramento dos imóveis rurais, localizados nos estados do Mato Grosso, Pará, em Roraima e no Amazonas. O prazo dado pelo governo federal terminou na quarta-feira, dia 2.
– Além do prazo exíguo, tivemos a elevação dos preços do georreferenciamento – justificou.

O prazo para a entrega da documentação não será prorrogado, mas o proprietário que teve o certificado do imóvel rural suspenso pode regularizar a situação procurando um dos escritórios do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Conforme o diretor de Ordenamento da Estrutura Fundiária do Incra, Roberto Kiel, o certificado de cadastro do imóvel rural é como um CPF da propriedade e precisa estar ativo para que o produtor consiga contratar financiamentos para o plantio das próximas safras.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink