Sustentabilidade no agronegócio será tema de encontro em Campo Grande

Agronegócio

Sustentabilidade no agronegócio será tema de encontro em Campo Grande

Congresso Internacional da Carne acontecerá entre os dias 08 e 10 de junho
Por: -Joana
731 acessos
Congresso Internacional da Carne contará com a presença de renomados especialistas internacionais inclusive, Robert Giblin, gerente de comunicação da Intervet/Schering-Plough Animal Health


Ao mesmo tempo em que as perspectivas apontam para o crescimento significativo da demanda mundial de carne, os mercados se caracterizam por um consumo cada vez mais exigente, que preza pela sustentabilidade do produto. O panorama atual da carne em âmbito internacional será discutido no Congresso Internacional da Carne, que acontecerá na cidade de Campo Grande (MS), entre os dias 08 e 10 de junho de 2011, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo


A capital foi escolhida como sede do encontro devido ao reconhecimento à qualidade da carne produzida no Estado, que é referência devido ao programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA), que prevê a adaptação das propriedades de modo a garantir o bem-estar do rebanho. Com um rebanho de 22 milhões de cabeças, o Estado tem investido sistematicamente na melhoria da qualidade da carne produzida aqui, como a adoção das práticas de sustentabilidade como as que se referem ao bem estar animal. Precisamos apenas de fomento para a recuperação de pastagens”, aponta o Presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Eduardo Riede.

Para Robert Giblin, gerente de comunicação com as indústrias de alimentos da Intervet/Schering-Plough Animal Health USA, a realização do Congresso Internacional Intermediário em Campo Grande será uma oportunidade de evidenciar ao mercado externo a eficácia do sistema produtivo da pecuária nacional. "O Brasil é um grande produtor com condições de dar a resposta que o mercado busca, porque o custo mais baixo de produção dá competitividade à carne produzida no País", explica.


E complementa, até o ano de 2050, mais 3 bilhões de pessoas estarão chegando para o jantar. Para alimentar o crescimento da população com menor disponibilidade de recursos naturais, precisamos aprender a produzir mais com menos. A tecnologia será essencial para satisfazer as necessidades de alimentos no futuro, continuar a reduzir a emissão de carbono e proteger as áreas que naturais que preocupam o mundo - incluindo a Amazônia e outros habitats selvagens valiosos, além de recursos hídricos, qualidade do ar e outros recursos naturais sensíveis”, finaliza.

Estas e outras questões envolvendo a sustentabilidade na pecuária serão discutidas no Congresso Internacional da Carne, além de benefícios da carne vermelha à saúde humana; comércio justo na cadeia da carne; meio ambiente, mudanças climáticas e produção sustentável; rastreabilidade, sanidade e resíduos; subsídios internacionais/Mercosul; mercados internacionais e nacionais.



As informações são da Alfapress Comunicações

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink