Syngenta acredita que América Latina impulsionará vendas anuais
CI
Agronegócio

Syngenta acredita que América Latina impulsionará vendas anuais

As vendas da empresa subiram 6 por cento em taxas de câmbio constantes, para 2,7 bilhões de dólares no terceiro trimestre
Por:
ZURIQUE (Reuters) - A Syngenta, maior companhia de agrotóxicos do mundo, disse estar confiante de que as vendas anuais subirão, se o início promissor da temporada de plantio da América Latina continuar.

O vice-presidente financeiro John Ramsay disse que a seca deste ano na América do Norte, a pior em mais de 50 anos, tem sido um importante fator por trás da forte demanda da América Latina pelos produtos defensivos agrícolas e por sementes da empresa.

Os produtores sul-americanos estão plantando mais grãos nesta temporada após um aperto nos estoques nos Estados Unidos, com o objetivo de se beneficiar dos preços mais altos após a seca atingir as lavouras norte-americanas.

Ramsay indicou que os brasileiros deverão investir em uma segunda safra de milho nesta temporada. Os preços altos da soja também ajudam as vendas da Syngenta, disse o executivo.

As vendas da empresa subiram 6 por cento em taxas de câmbio constantes, para 2,7 bilhões de dólares no terceiro trimestre, um pouco abaixo da previsão de 2,8 bilhões de dólares de uma pesquisa da Reuters.

As vendas na América Latina, a mais importante região para a empresa no segundo semestre, subiram 18 por cento no terceiro trimestre, para 1,1 bilhão de dólares.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink