Syngenta diz que MP arquivou inquérito sobre unidade no PR

Agronegócio

Syngenta diz que MP arquivou inquérito sobre unidade no PR

O governo do Paraná havia pedido a desapropriação da unidade de pesquisas com transgênicos
Por: -Redação
9 acessos

Reuters - O grupo suíço de agroquímicos Syngenta declarou nesta quinta-feira (30-11) que o Ministério Público (MP) Federal, por meio da Procuradoria de Cascavel (PR), arquivou o inquérito civil público sobre as atividades de pesquisa da empresa no município paranaense. O governo do Paraná havia pedido a desapropriação da unidade de pesquisas com transgênicos, em área próxima a um parque nacional, alegando riscos de contaminação.

"O Ministério da Ciência e Tecnologia confirmou que a empresa tem todas as autorizações necessárias da CTNBio para o manuseio de organismos geneticamente modificados em sua estação de pesquisa, sem violar nenhuma norma ou regulamentação referente à proteção da área do parque", afirmou a empresa numa nota, citando documento do MP. Segundo a empresa, o MP reconheceu ainda que a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) era o órgão oficial capacitado para conceder a autorização.

O grupo informou que plantou as sementes com pelo menos seis quilômetros de distância da fronteira do parque nacional, portanto de acordo com a legislação, que proíbe qualquer plantio a 500 metros de áreas protegidas. Na nota, a Syngenta afirma que está estudando como proceder quanto à ordem de desapropriação.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink