Tabaco: Safra 2009/10 registra 668 mil toneladas
CI
Agronegócio

Tabaco: Safra 2009/10 registra 668 mil toneladas

Houve um crescimento moderado nos três Estados do Sul do País, na margem entre 6% a 10%
Por:

O Sindicato da Indústria do Tabaco (Sinditabaco) encomendou pesquisa à Pricewaterhouse Coopers para conhecer os números relativos à safra 2009/2010 e a tendência de área a ser plantada para 2010/2011. Os dados foram coletados junto às empresas do setor. A pesquisa apontou que a inclinação de crescimento apontada para a safra 2009/2010 pela PWC se confirmou, com a consolidação de 402 mil hectares. Houve um crescimento moderado nos três Estados do Sul do País, na margem entre 6% a 10% como um todo, liderado principalmente pelo Virgínia – responsável por 83% da área plantada na última safra. Já o Burley representou 15% da área e o Comum 2%. A área plantada no Sul do Brasil está assim configurada: o Rio Grande do Sul continua na liderança com 51% do total, seguido de Santa Catarina, com 32% e Paraná, com 17%.

O volume produzido na safra 2009/2010 alcançou as 668 mil toneladas de tabaco. Do total produzido nos três estados do Sul do País, 567 mil toneladas foram de Virgínia, 90 mil toneladas de Burley e 11 mil toneladas de Galpão Comum. “Os números consolidados confirmaram as tendências apresentadas em pesquisas anteriores”, afirma o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke. De acordo com a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), esta produção gerou aos produtores uma receita bruta de R$ 4,4 bilhões. Considerando a área plantada na safra 2009/2010, a pesquisa aponta uma tendência de redução moderada para 2010/2011, o que pode significar um decréscimo entre 6% e 10%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink